Busca avançada
Ano de início
Entree

Respostas celulares ao antitumoral vp16 (etoposide), avaliadas pela analise de expressao genica (genes de reparo do dna), cinetica do ciclo celular e trocas entre cromatides irmas.

Processo: 03/13398-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2004
Vigência (Término): 30 de novembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Elza Tiemi Sakamoto Hojo
Beneficiário:Douglas Vinicius Nogueira Perez de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil

Resumo

Embora o potencial de ação clastogênica das drogas antitumorais tenha sido bem demonstrado, os processos de reparo do DNA ligados à sua duplicação e ao controle da proliferação celular não têm sido muito estudados no caso dos inibidores de topo II, havendo poucos relatos na literatura. Existem evidências experimentais de que a recombinação homóloga (HR) constitui uma via de reparo de quebras de fita dupla (DSB) também importante, sendo que as células de mamíferos podem usar como molde as seqüências homólogas localizadas nas cromátides irmãs. Esse projeto tem como objetivo analisar a expressão de alguns genes - H2AFX, RAD52, BRCA1, RAD54 e MRE11A - ao nível de RNAm, envolvidos na resposta aos danos no DNA induzidos pelo antitumoral VP16 (etoposide), visando correlacionar os resultados com a indução de trocas entre cromátides irmãs (SCEs) e estabelecer um possível envolvimento destes no processo de reparo recombinacional homólogo. Serão também analisados outros parâmetros: sobrevivência e cinética do ciclo celular. Tais estudos mostram-se relevantes uma vez que os compostos inibidores de topo II, tais como os pertencentes à classe das epipodofilotoxinas, são intensamente utilizados em terapia anticâncer, sendo muito importante o esclarecimento dos seus mecanismos de ação e das respostas celulares, com a finalidade de fornecer subsídios para o estabelecimento de estratégias terapêuticas mais viáveis e eficazes. (AU)