Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de técnicas alternativas para melhorar a adesão e a longevidade de restaurações em compósito utilizando sistemas adesivos hidrofóbicos

Processo: 07/55117-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2008
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Roberto Ruggiero Braga
Beneficiário:Fernanda Tranchesi Sadek
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Desidratação   Longevidade

Resumo

Adesivos dentinários hidrofílicos são suscetíveis à sorção de água e hidrólise, o que afeta negativamente a durabilidade de trabalhos restauradores nos quais são empregados. Uma técnica proposta recentemente para tentar solucionar este problema apresentou resultados promissores com a utilização de adesivos hidrofóbicos após a desidratação química total do substrato dentinário. No entanto, apenas resultados imediatos utilizando um único agente desidratante (álcool) e uma única mistura monomérica (BisGMA:TEGDMA) foram relatados. Aplicações de soluções de clorexidina à dentina também têm sido utilizadas como forma de evitar a degradação hidrolítica dos monômeros presentes nos sistemas adesivos comerciais, no entanto, com resultados pouco consistentes. Assim, os objetivos do presente estudo são avaliar, através de ensaios de microtração e análise por TEM: 1) a longevidade in vitro de uniões dentina/compósito obtidas com monômeros hidrofóbicos através da técnica "etanol wet bonding", associada ou não ao uso de clorexidina, comparando os resultados com aqueles obtidos com adesivos hidrofílicos convencionais; 2) a eficiência de dois agentes diferentes (etanol e acetona) na desidratação química da dentina e 3) a influência de diferentes formulações monoméricas sobre a qualidade da interface aderida. Sistemas adesivos experimentais hidrofóbicos serão aplicados em superfícies dentinárias previamente condicionadas com ácido fosfórico e desidratadas com soluções de etanol ou acetona com concentrações crescentes. Como grupos controle, adesivos convencionais (Scotchbond Multi Uso e Single Bond 2) serão aplicados conforme recomendações do fabricante. Previamente à aplicação dos adesivos, solução de clorexidina a 2% será empregada na metade dos dentes de cada grupo. Após o uso dos adesivos, blocos de resina composta serão construídos em camadas. Os dentes restaurados serão seccionados, obtendo-se fatias para análise em TEM e cps em forma de palitos para o teste de microtração. As fatias e cps serão divididos aleatoriamente em 3 grupos, os quais serão submetidos a diferentes tempos de armazenamento (24h 9 e 18 meses) antes de serem testados (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SADEK, F. T.; BRAGA, R. R.; MUENCH, A.; LIU, Y.; PASHLEY, D. H.; TAY, F. R. Ethanol Wet-bonding Challenges Current Anti-degradation Strategy. JOURNAL OF DENTAL RESEARCH, v. 89, n. 12, p. 1499-1504, DEC 2010. Citações Web of Science: 81.
SADEK, FERNANDA T.; CASTELLAN, CARINA S.; BRAGA, ROBERTO R.; MAI, SUI; TJADERHANE, LEO; PASHLEY, DAVID H.; TAY, FRANKLIN R. One-year stability of resin-dentin bonds created with a hydrophobic ethanol-wet bonding technique. Dental Materials, v. 26, n. 4, p. 380-386, APR 2010. Citações Web of Science: 64.
SADEK, FERNANDO T.; MAZZONI, ANNALISA; BRESCHI, LORENZO; TAY, FRANKLIN R.; BRAGA, ROBERTO R. Six-month evaluation of adhesives interface created by a hydrophobic adhesive to acid-etched ethanol-wet bonded dentine with simplified dehydration protocols. Journal of Dentistry, v. 38, n. 4, p. 276-283, APR 2010. Citações Web of Science: 30.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.