Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de biossurfactantes por microrganismos isolados de consórcio microbiano degradador de hidrocarbonetos utilizando resíduos agroindustriais como substrato

Processo: 07/59874-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Maria Benincasa Vidotti
Beneficiário:Claudio Damasceno Pavani
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/13605-0 - Aplicação de biosurfactantes produzidos a partir de resíduos do processo de óleos vegetais na biorremedição de solo e água contaminados com hidrocarbonetos do petróleo, AP.JP
Assunto(s):Resíduos agroindustriais   Biossurfactantes   Biodegradação

Resumo

Compostos tensoativos, ou surfactantes, de origem microbiana, denominados biotensoativos ou biossurfactantes, têm atraído interesse ultimamente devido a vantagens, como biodegradabilidade e produção através de fontes renováveis. Devido as suas propriedades físico-químicas, como redução da tensão superficial e interfacial entre frases fluidas, poder emulsificante, entre outros, o interesse industrial em surfactantes, é muito diverso incluindo as indústrias químicas, farmacêuticas, de alimentos, e principalmente a indústria petrolífera. Apesar das vantagens sobre os tensoativos químicos, a utilização dos biotensoativos tem sido restringida pelo custo de sua produção. As preocupações com o meio ambiente relacionadas aos surfactantes sintéticos, entretanto, tem começado a pesar no balanço econômico em favor dos compostos produzidos biologicamente. Além disso, a diversidade química dos biotensoativos resulta em ampla variedade de propriedades físico-químicas, sendo alguns compostos particularmente adequados para funções específicas. Visando a produção de biossurfactantes a custos reduzidos, este estudo tem como por objetivo principal a obtenção destes produtos através do cultivo de microrganismos isolados de um consórcio microbiano degradador de hidrocarbonetos, tendo como fonte de carbono, resíduos agroindustriais. (AU)