Busca avançada
Ano de início
Entree

Matéria orgânica e emissão de gases de efeito estufa em sistemas de produção em semeadura direta

Processo: 09/16060-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Ciro Antonio Rosolem
Beneficiário:Juliano Carlos Calonego
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Rotação de culturas   Efeito estufa   Matéria orgânica do solo   Sequestro de carbono

Resumo

Em razão de a agricultura contribuir com grande parte da emissão de gases de efeito estufa, existe interesse em identificar sistemas de cultivo que favoreçam não só o sequestro de carbono (C), mas que promovam o acúmulo de matéria orgânica estável no solo. O objetivo deste trabalho é avaliar os estoques de C e N totais em solos sob diferentes sistemas de produção sob semeadura direta, relacionando-os à qualidade da matéria orgânica acumulada. A pesquisa será realizada em duas áreas manejadas em SSD por no mínimo oito anos, com diferentes rotações de culturas, na Fazenda Experimental Lageado. No solo será avaliada a qualidade da matéria orgânica, além dos teores de N total e inorgânico e estimativas dos teores de C e N na biomassa microbiana. As avaliações físicas do solo constarão de análise da densidade aparente, densidade de partículas, porosidade (macro e microporosidade) e estabilidade de agregados. O aporte e a persistência de palha serão avaliados periodicamente, determinando-se a fitomassa seca dos resíduos vegetais, sendo que por ocasião do manejo das plantas de cobertura serão efetuadas amostragens de matéria seca das plantas para determinação dos teores de nutrientes, relação C:N, e dos teores de lignina, celulose, hemicelulose e carboidratos solúveis. Os fluxos do CO2, N2O e CH4 provenientes do solo serão determinados duas vezes por ano, sendo uma coleta no período da seca e a outra no período chuvoso. Pretende-se identificar entre as diferentes rotações de culturas aquela que permite um balanço positivo no acúmulo C no solo, e com isso recomendar espécies e manejos que auxiliem na mitigação do efeito estufa. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GONSIORKIEWICZ RIGON, JOAO PAULO; CALONEGO, JULIANO CARLOS; ROSOLEM, CIRO ANTONIO; LA SCALA, JR., NEWTON. Cover crop rotations in no-till system: short-term CO2 emissions and soybean yield. Scientia Agricola, v. 75, n. 1, p. 18-26, JAN-FEB 2018. Citações Web of Science: 1.
JOÃO PAULO GONSIORKIEWICZ RIGON; JULIANO CARLOS CALONEGO; CIRO ANTONIO ROSOLEM; NEWTON LA SCALA JR. Cover crop rotations in no-till system: short-term CO2 emissions and soybean yield. Scientia Agricola, v. 75, n. 1, p. -, Jan. 2018.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.