Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da glicação precoce e avançada da albumina sobre o fluxo de lípides celulares, mediado por HDL

Processo: 03/00314-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2003
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marisa Passarelli
Beneficiário:Adriana Machado Saldiba de Lima
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Albuminas   Diabetes mellitus   Aterosclerose

Resumo

A retirada de colesterol de células periféricas, por meio das HDL ou apolipoproteínas A-I pobres em lípides, é a primeira etapa do transporte reverso de colesterol (TRC). No diabete melito, face a alteração química das HDL por glicação ou modificação da concentração de seus componentes lipídicos e protéicos, são demonstrados distúrbios na remoção de lípides celulares. Tal evento parece concorrer para o prejuízo do fluxo de colesterol dos tecidos periféricos para o fígado, por meio do TRC, e para a ocorrência de aterosclerose precoce. Estudos recentes demonstram que a glicoxidação celular reduz as concentrações do transportador ABCA-1 na membrana celular e o efluxo de colesterol e fosfolípides para as apo A-I. Além disso, a glicação de albumina reduz a remoção de lípides celulares mediada pelo receptor SR-BI. O objetivo do presente subprojeto, que integra o projeto regular de pesquisa, aprovado pela FAPESP (n. 01/01731-1), é investigar os efeitos da formação de produtos precoces e avançados de glicação na albumina sobre o fluxo de colesterol celular, mediado por SR-BI. A elucidação de tais eventos será útil na compreensão dos mecanismos que regulam as concentrações intracelulares de colesterol e as concentrações plasmáticas de HDL no diabete melito. (AU)