Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da adsorção do gálio em trocadores a base de estanho

Processo: 99/11551-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2000
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Maria Claudia França da Cunha Felinto
Beneficiário:Paula Pinheiro Paganini
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O interesse por métodos de separação do gálio começou desde os anos setenta quando iniciou-se a manufatura de "chips" para computadores Ga/As para substituir os "chips" de silício. Desde então a corrida pela tecnologia de separação do gálio de várias matrizes tem sido grande, visto que o gálio não é um elemento abundante e tem várias utilizações tais como: circuitos digitais, materiais óptico-eletrônicos, diodos de luz emitida, lasers semicondutores, células solares, baterias, etc. Neste trabalho será estudado o comportamento de adsorção/dessorção do gálio em adsorvedores a base de estanho. Os trocadores inorgânicos a base de estanho serão sintetizados e caracterizados utilizando-se as técnicas de Espectroscopia de Infravermelho, Difratograma de Raio X, Espectroscopia Eletrônica de Varredura, Curvas TG e DTA etc. Serão determinados as razões de distribuição e fatores de capacidade da coluna, influência das concentrações do ácido e do gálio, no processo, influência da temperatura no processo, e influência de matrizes interferentes. Após a obtenção dos dados de equilíbrio, estes serão tratados matematicamente para que se possa fazer uma simulação de processo. Os dados necessários para o Scale up do processo, tais como número de pratos teóricos, altura dos pratos, capacidade de saturação etc. serão obtidos através das curvas de quebra, eluição e isotermas de Langmuir etc. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.