Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da queima pre-colheita sobre os niveis de lesoes em dna de leucocitos de cortadores de cana-de-acucar.

Processo: 09/54500-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Ana Paula de Melo Loureiro
Beneficiário:Ana Paula Peres Gusman
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Monitoramento biológico

Resumo

A queima pré-colheita de cana-de-açúcar é prática constante nos canaviais brasileiros e libera grande quantidade de poluentes, como material particulado de diâmetro menor que 10 e 2,5 μm (PM 10 e PM2,5, respectivamente), monóxido de carbono, dióxido de carbono, óxidos de enxofre, óxidos de nitrogênio, amônia, ácidos orgânicos, ozônio, hidrocarbonetos voláteis e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs). Esses poluentes causam desequilíbrio no meio ambiente e, além disso, agravam a saúde da população residente e próxima aos canaviais. Alguns compostos gerados pela queima são indutores de inflamação, estresse oxidativo e, portanto, são potencialmente indutores de lesões em DNA, tais como 8-oxo-7,8-dihidro-2'-desoxiguanosina (8-oxodGuo), gerada por ataque de radical hidroxila (HO.) ou oxigênio singlete (1O2) à base guanina no DNA, etenoadutos resultantes da reação de aldeídos com bases do DNA, e adultos devidos à reação de nitrosaminas geradas endogenamente com bases do DNA. Este projeto tem como objetivo avaliar os efeitos da queima pré-colheita da cana sobre os níveis de algumas lesões de DNA em leucócitos de trabalhadores de canaviais. Uma vez que a cultura da cana tem um importante papel na economia do país, torna-se importante quantificar impactos sobre a saúde da população exposta aos poluentes gerados no processo de queima pré-colheita. A base de dados gerada poderá direcionar a criação de políticas públicas para a proteção da saúde da população que reside e trabalha em áreas de cultivo de cana. Esses dados serão úteis para o cálculo de custos dos novos combustíveis (ex., etanol), considerando sustentabilidade e riscos para a saúde e meio ambiente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)