Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da rugosidade superficial de cerâmicas odontológicas frente a dois sistemas de polimento

Processo: 04/14014-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2005
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Clovis Pagani
Beneficiário:Graziella Gisele Costa Danilo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Estética dentária   Rugosidade superficial   Porcelana dentária   Polimento dentário

Resumo

Atualmente, as porcelanas são muito utilizadas na Odontologia devido à busca pela estética. Após a confecção da peça protética e a cimentação é feito o ajuste, que acaba removendo o glaze superficial, resultando em rugosidade superficial. Este trabalho, visa avaliar in vitro a rugosidade superficial de três cerâmicas odontológicas após acabamento e polimento com diferentes sistemas. Serão confeccionandos 12 corpos-de-provas de cada porcelana (IPS Empress 2, Vitadur Alpha e Noritake) em cilindros padronizados com 10mm de diâmetro e 2mm de altura. O acabamento e polimento das superfícies de porcelanas será realizado através de pontas polidoras para porcelana, sucessivamente: Grupo I- Controle; Grupo II- kit de pontas polidoras Ceramisté da Shofu; Grupo III- kit de pontas polidoras da Komet. Os corpos de prova serão analisados em rugosimetro e as médias de rugosidade superficial serão submetidas aos testes ANOVA e Tukey. Também, serão analisadas duas amostras de cada grupo em Microscopia Eletrônica de Varredura. (AU)