Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de marcadores sexo-expecificos em Leporinus macrocephalus (Pisces, Anostomidae) utilizando a técnica de RAPD

Processo: 04/10328-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2004
Vigência (Término): 30 de novembro de 2005
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Adriane Pinto Wasko
Beneficiário:Fernanda Del Campos de Matos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:03/06761-1 - Isolamento e caracterização de transcritos sexo-específicos em peixes utilizando a técnica de DDRT-PCR (differential display reverse transcriptase): modelo inicial para implementação de linha de pesquisa em expressão gênica diferencial, AP.JP
Assunto(s):Técnica de amplificação ao acaso de DNA polimórfico   Leporinus macrocephalus   Peixes   DNA

Resumo

Leporinus macrocephalus representa um dos principais peixes de pesca de subsistência e de pesca esportiva no Brasil e sem cultivo em estações de piscicultura tem se mostrado promissor. Estudos citogenéticos na espécie evidenciaram cromossomos sexuais morfologicamente diferenciados entre fêmeas e machos, com um sistema de determinação sexual ZZ/ZW. Nos últimos anos, técnicas moleculares também vêm sendo utilizadas para a identificação e caracterização de marcadores genéticos sexo-específicos, visando a distinção entre machos e fêmeas e clarificar seus mecanismos de determinação e diferenciação sexual. Entre estas, a técnica de RAPD, relativamente simples e de baixo custo, tem mostrado sucesso na identificação de marcadores sexo-específicos em plantas e animais. Desta forma, o presente projeto como objetivo identificar marcadores moleculares sexo-específicos em Leporinus macrocephalus, através da metodologia de RAPD. Oligonucleotídeos decâmeros deverão ser utilizados como primers únicos em PCR para amplificação de DNA de machos e fêmeas. Os resultados configurarão dados importantes para a compreensão da origem e evolução dos mecanismos de determinação e diferenciação sexual em peixes e, de uma forma geral, em vertebrados. Este projeto também fornecerá contribuições à uma nova linha de pesquisa que se encontra em fase de implementação no Depto. de Morfologia da UNESP-Botucatu, que visa inicialmente a identificação de marcadores sexo-específicos em peixes. (AU)