Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da capacidade de alterar a transcrição de genes de mucina humana (MUC) de células em cultura e a produção de muco in vivo por amostras selecionadas de Escherichia coli enteropatogênica

Processo: 05/57128-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Tânia Aparecida Tardelli Gomes do Amaral
Beneficiário:Mônica Aparecida Midolli Vieira
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Diarreia   Escherichia coli enteropatogênica

Resumo

Um dos principais patógenos intestinais em crianças, no Brasil e em outros países em desenvolvimento, é a Escherichia coli enteropatogênica (EPEC), que se divide em típicas e atípicas. Seu principal mecanismo de virulência consiste em promover uma lesão histopatológica denominada "attaching-effacing" (lesão A/E), que se caracteriza por aderência bacteriana íntima ao epitélio e destruição das microvilosidades intestinais. As EPEC típicas, adicionalmente, albergam o plasmídio EAF ("EPEC adherence factor"), associado à formação de aderência localizada, onde se observam microcolônias compactas na superfície celular. As EPEC atípicas são desprovidas desse plasmídio. Estudos recentes revelaram decréscimo na taxa de isolamento de EPEC típicas e aumento das EPEC atípicas, caracterizando-se estas últimas como patógenos emergentes. Algumas amostras de EPEC atípicas, isoladas de fezes diarreicas em nosso laboratório, apresentaram prováveis novos mecanismos de virulência. Uma dessas amostras provocou abundante produção de muco quando inoculada em alça ileal ligada de coelhos in vivo. Relatos recentes descrevem que diversos patógenos bacterianos são capazes de regular a expressão de genes de mucina da célula hospedeira, mas este fenômeno não foi estudado em EPEC. Neste trabalho, pretende-se avaliar a atividade de amostras selecionadas de EPEC atípicas sobre genes de mucina de células em cultura e em íleo de coelhos in vivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HERNANDES, RODRIGO T.; ELIAS, WALDIR P.; VIEIRA, MONICA A. M.; GOMES, TANIA A. T. An overview of atypical enteropathogenic Escherichia coli. FEMS Microbiology Letters, v. 297, n. 2, p. 137-149, AUG 2009. Citações Web of Science: 154.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.