Busca avançada
Ano de início
Entree

Centralidade intra-urbana em uma cidade media: um estudo do terceiro polo comercial em sao jose do rio preto - sp.

Processo: 08/54673-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Regional
Pesquisador responsável:Arthur Magon Whitacker
Beneficiário:Flavia Cristina Paixao Borges
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Cidades médias   Produção do espaço urbano   Morfologia urbana

Resumo

Com esta pesquisa, pretendemos analisar a produção do espaço urbano em uma cidade média, analisando o processo de reestruturação da cidade retratando a constituição de uma nova centralidade intra-urbana em São José do Rio Preto, localizado a noroeste do Estado de São Paulo. A identificação desta nova centralidade se dará pela análise da dispersão e concentração de atividades econômicas, pela avaliação de mudanças no sistema viário e pela atuação de novos agentes que implicam em novas morfologias urbanas, com destaque ao papel do poder público local e de empreendedores do mercado imobiliário e do setor comercial. Nossa área de estudo no município de São José do Rio Preto é genericamente denominada de "terceiro pólo comercial" em alusão à concentração de shoppings, empreendimentos imobiliários residenciais, hipermercados e outros usos em uma área da cidade que concorreria com o centro tradicional e com a centralidade exercitada pelo Rio Preto Shopping Center. Espera-se duas contribuições de nosso trabalho: contribuir para o entendimento do processo de reestruturação da cidade e debater as especificidades e semelhanças deste processo em uma cidade média, se comparada a outras realidades urbanas. Este estudo insere-se em um projeto financiado pelo CNPq, através de Edital Universal e PROCAD, denominado Cidades médias brasileiras: agentes econômicos, reestruturação urbana e regional, desenvolvido no âmbito da ReCiMe (Rede de pesquisadores sobre Cidades Médias, grupo registrado junto ao CNPq). (AU)