Busca avançada
Ano de início
Entree

Desconcentração industrial, novas lógicas de localização e cidades médias paulistas: um estudo de São José do Rio Preto-SP

Processo: 08/54138-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2008
Vigência (Término): 09 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Arthur Magon Whitacker
Beneficiário:Beatriz Zaineldim Bezerra
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/16069-0 - O mapa da indústria no início do século XXI: diferentes paradigmas para a leitura territorial da dinâmica econômica no estado de São Paulo, AP.TEM
Assunto(s):Cidades médias   Espaço urbano

Resumo

Neste trabalho procuramos associar dois temas, já em discussão por diversos pesquisadores e centrais em dois grandes projetos de pesquisa: o processo de desconcentração industrial do Estado de São Paulo, tratado em "O mapa da indústria no início do SÉCULO XXI. Diferentes paradigmas para a leitura territorial da dinâmica econômica no Estado de São Paulo", projeto temático financiado pela FAPESP; e cidades médias, tratado em "Cidades Médias brasileiras: agentes econômicos, reestruturação urbana e regional" financiado pelo CNPq. Essa proposta de junção dos projetos em nosso trabalho fundamenta-se no fato de nossas atividades de pesquisa, em nível de iniciação científica, inserirem-se em ambas as propostas de Investigação, pois o recorte que operamos está presente nas duas. Buscamos entender, em São José do Rio Preto, a relação entre o processo de desconcentração industrial do Estado de São Paulo e as mudanças produzidas nessa que se conforma como uma cidade média. Interessa-nos contribuir com os estudos sobre a instalação de indústrias no município em questão e sua lógica de localização atual. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.