Busca avançada
Ano de início
Entree

Análises do responder transitivo ao longo do treino de relações condicionais em pombos

Processo: 06/04465-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2007
Vigência (Término): 18 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Gerson Aparecido Yukio Tomanari
Beneficiário:Miriam Garcia Mijares
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Estimulantes   Condicionamento (psicologia)   Pombos

Resumo

Um organismo treinado a relacionar condicionalmente estímulos pertencentes a diferentes conjuntos pode passar a estabelecer novas relações condicionais, de acordo com as propriedades reflexivas, simétricas e transitivas entre estes estímulos, sem qualquer treino adicional O modelo de equivalência de estímulos tem demonstrado a formação de classes de equivalência em humanos, mas em infra-humanos, bem como em humanos com repertórios pré-verbais, a formação de classes de equivalência não tem sido facilmente demonstrada. As dificuldades em se demonstrar a formação de classes de equivalência em infra-humanos ou humanos pré-verbais podem ter origem metodológica, ou seja, na adequação dos procedimentos empregados às especificidades destas populações. É assim o primeiro objetivo desse projeto avaliar um procedimento experimental de aquisição de relações condicionais de tal sorte que se possa comparar as aquisições oriundas de um grupo de discriminações condicionais relacionadas por transitividade a um outro conjunto, cujas relações condicionais não se associam por transitividade. Como segundo objetivo pretende-se verificar o efeito da administração pós-treino da dietilpropiona (DEP), um estimulante anfetamínico, sobre a aquisição de discriminações condicionadas relacionadas e não relacionadas, pois a literatura sugere que estimulantes dopaminérgicos facilitam a aquisição de operantes discriminados.