Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de diferentes tipos de corte e temperaturas de armazenamento em beterrabas minimamente processadas

Processo: 01/10126-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2001
Vigência (Término): 30 de novembro de 2002
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Ricardo Alfredo Kluge
Beneficiário:Liane Kazuko Yamamoto
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba, SP, Brasil
Assunto(s):Beterraba   Respiração vegetal   Processamento de alimentos   Pós-colheita

Resumo

A beterraba é uma hortaliça com grande potencial no mercado de produtos minimamente processados devido à sua aceitabilidade pelo consumidor. Entretanto não há estudos referentes sobre os aspectos tecnológicos do processamento desta hortaliça que permitam a ampliação no período de comercialização. Este projeto tem como objetivo determinar o melhor tipo de corte e temperatura de armazenamento para beterraba minimamente processada, visando menor perda de qualidade e máxima capacidade de conservação. O projeto consta de 2 experimentos. No primeiro experimento será avaliado o melhor tipo de corte para conservação de beterrabas minimamente processadas. No segundo será determinado a temperatura de armazenagem ideal para manutenção da qualidade de beterraba minimamente processada. Estes experimentos visam ampliar o período de armazenamento e comercialização de beterraba minimamente processada. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.