Busca avançada
Ano de início
Entree

Métodos alternativos de muda forçada

Processo: 10/07175-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Edivaldo Antônio Garcia
Beneficiário:Andressa Takahara Montenegro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Avicultura   Qualidade dos ovos   Eficiência   Dieta com restrição   Bem-estar

Resumo

Com o objetivo de comparar o método convencional de indução à muda (jejum alimentar) aos melhores resultados obtidos em trabalhos anteriores com utilização de métodos alternativos quanto aos resultados morfométricos, de produção e qualidade dos ovos e propor novos métodos, será realizado um experimento utilizando-se 512 aves da linhagem Isa Brown, com 70 semanas de idade, distribuídas em delineamento experimental em blocos ao acaso com oito tratamentos e oito repetições de oito aves por parcela. O período experimental que compreende a muda forçada terá a duração de 14 dias e após o término os dados de produção serão controlados durante quatro ciclos de 28 dias. Os tratamentos utilizados serão: T1 - muda forçada através de jejum alimentar; T2 - fornecimento de farelo de trigo à vontade; T3 - ração de recria restrita a 50g por ave por dia por 14 dias; T4 - ração de recria restrita a 50g por ave por dia com restrição de cálcio e fósforo por 14 dias; T5 - ração de recria restrita a 30g por ave por dia por 14 dias; T6 - ração de recria restrita a 30g por ave por dia com restrição de cálcio e fósforo por 14 dias; T7 - ração de produção restrita a 30g por ave por dia por 14 dias; T8 - ração de produção restrita a 15g por ave por dia por 14 dias. Após os 14 dias todas as aves receberão fotoperíodo crescente até atingir 17 horas de luz por dia e receberão ração de produção. Para avaliação dos parâmetros físicos serão utilizadas 136 aves, que serão sacrificadas no decorrer de três abates (oito aves abatidas no início e mais oito aves por tratamento abatidas aos 14 e 28 dias), e para a avaliação da qualidade dos ovos serão utilizados seis ovos por parcela, totalizando 384 ovos a cada período de 28 dias. Serão avaliados: produção de ovos; consumo de ração; peso dos ovos; percentagem de ovos quebrados e trincados; variações de peso (corporal, de fígado, de órgãos reprodutivos e de gordura abdominal); percentagem de extrato etéreo no fígado; teores de cálcio, cinzas e fósforo da tíbia e resistência da tíbia à quebra, durante o período de muda. Serão também avaliadas as características de desempenho e qualidade dos ovos durante o período pós muda.