Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação de corpúsculos lipídicos e geração de eicosanóides em infecções in vitro por diferentes cepas de Mycobacterium Tuberculosis isoladas de humanos

Processo: 10/13204-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Lúcia Helena Faccioli
Beneficiário:Gabriel Rodrigues Pietro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/07169-5 - Mediadores lipídicos como reguladores da resposta imune, AP.TEM
Assunto(s):Leucotrienos   Gotículas lipídicas   Prostaglandinas   Mycobacterium tuberculosis   Macrófagos alveolares

Resumo

Os mecanismos que conferem resistência do Mycobacterium tuberculosis (Mtb) à destruição pelo hospedeiro, ou aqueles relacionados com sua capacidade em permanecer e/ou multiplicar-se no interior das células fagocitárias são ainda pouco compreendidos. Nosso grupo de pesquisa tem contribuído para o entendimento do papel dos mediadores lipídicos, que incluem prostaglandinas (PGs) e leucotrienos (LTs) na tuberculose. PGs inibem a resposta imune celular TH1, a produção de citocinas e a fagocitose. LTs estão envolvidos no recrutamento de leucócitos, e na modulação da síntese de citocinas, no aumento da fagocitose e nos mecanismos microbicidas. No entanto, ainda nada se sabe sobre a produção destes mediadores nas diferentes formas clínicas da doença (tuberculose pulmonar e/ou extrapulmonar). O metabolismo dos eicosanóides, assim como as enzimas envolvidas neste processo, está bem descrito. O sítio de ação destas enzimas para produção de LTs e PGs é principalmente a membrana nuclear. Entretanto, além desta via clássica de formação de mediadores lipídicos, existe também a formação de estruturas intracelulares ricas em lipídios não associadas à membrana, denominadas corpúsculos lipídicos (CL), que são formados em leucócitos durante um processo inflamatório e possuem as enzimas envolvidas no metabolismo de LTs e PGs. Assim, neste trabalho iremos investigar se diferentes cepas de Mtb isoladas de pacientes com tuberculose cavitária, não cavitária ou extrapulmonar, podem induzir produção diferenciada de CL e mediadores lipídicos em macrófagos alveolares (MA) in vitro.