Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da celularidade epitelial, inflamatória e reparativa no lavado bronco-alveolar de pacientes com pneumopatias e especificamente fibrose pulmonar idiopática

Processo: 07/54393-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2008
Vigência (Término): 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Vera Luiza Capelozzi
Beneficiário:Eduardo Polizini Faludi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:00/14336-0 - Doenças pulmonares intersticiais (ILD): correlação morfo-tomográfica através de métodos histoquímicos, imunohistoquímicos e morfométricos, AP.TEM
Assunto(s):Doenças pulmonares intersticiais   Fibrose pulmonar idiopática   Lavagem broncoalveolar   Imunoglobulinas   Pneumócitos   Fibroblastos   Telomerase

Resumo

O lavado broncoalveolar é um método eficiente de se avaliar os processos inflamatórios e imunológicos que ocorrem nos alvéolos pulmonares a partir da retirada de amostras de lavados injetados pelo broncoscópio e posterior contagem celular de macrófagos, linfócitos, neutrófilos, eosinófilos e basófilos. A concentração de imunoglobulinas (IgG, IgA e IgM) é também importante na avaliação por refletir a taxa de transporte ativo através do epitélio brônquico. A partir daí, doenças em que predominam linfócitos (por exemplo, sarcoidose e beriliose) podem ser diferenciadas das doenças em que predominam neutrófilos ou macrófagos (por exemplo, fibrose pulmonar idiopática). Apesar do extenso uso do lavado broncoalveolar no estudo das doenças intersticiais do pulmão (doenças que apresentam taxas celulares e protéicas divergentes no lavado broncoalveolar), existem poucos estudos que relacionam, no lavado, pneumócitos II com o surfactante e a telomerase. A partir daí, o estudo incluirá a análise das concentrações no lavado de células epiteliais (pneumócitos tipo I, pneumócitos tipo II, células de Clara), fibroblastos, células inflamatórias (macrófagos, linfócitos) e atividade de telomerase. O estudo será realizado em amostras em que há suspeita se fibrose pulmonar idiopática, doença que evidencia pneumócitos II, fibroblastos, miofibroblastos e outras células presentes nos alvéolos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAPELOZZI, VERA LUIZA; FALUDI, EDUARDO POLIZINI; BALTHAZAR, ALIPIO BARBOSA; FERNEZLIAN, SANDRA DE MORAIS; BARBAS FILHO, JOAO VALENTE; PARRA, EDWIN ROGER. Bronchoalveolar lavage improves diagnostic accuracy in patients with diffuse lung disease. DIAGNOSTIC CYTOPATHOLOGY, v. 41, n. 1, p. 1-8, JAN 2013. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.