Busca avançada
Ano de início
Entree

O eletrocardiograma de esforço em homens e mulheres assintomáticos sem evidência de cardiopatia

Processo: 04/00744-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2004
Vigência (Término): 30 de abril de 2005
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Alfredo José Mansur
Beneficiário:Rodrigo Bono Fukushima
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pressão sanguínea   Frequência cardíaca

Resumo

Admite-se que a resposta de homens e mulheres ao eletrocardiograma de esforço seja diferente. Entretanto, poucos estudos avaliaram casuísticas numerosas de homens e mulheres sem evidência de cardiopatia com base no exame clínico e laboratorial cuidadoso. Planejamos o presente estudo com a finalidade de avaliar a freqüência cardíaca, a pressão arterial e as modificações do traçado eletrocardiográfico durante o eletrocardiograma de esforço, e a freqüência cardíaca e a pressão arterial no período de recuperação após o esforço. Serão estudados 800 pacientes de ambos os sexos. Os exames foram feitos como parte do Protocolo Avaliação Cardiológica. Serão avaliadas a freqüência cardíaca, a: pressão arterial sistólica e diastólica na condição basal, a freqüência cardíaca, a pressão arterial sistólica e diastólica e a morfologia do segmento ST, da onda R e da onda Q durante o exercício, e a freqüência cardíaca e a pressão arterial no período de recuperação após o esforço. As variáveis eletrocardiográficas estudadas serão analisadas quanto ao sexo, ajustadas para as demais variáveis demográficas e clínicas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.