Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade genética e distribuição de genótipos em uma população natural de myracroduon urundeuva F.F. & M.F. allemao-anacardiaceae utilizando marcadores moleculares

Processo: 07/54984-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 30 de junho de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal
Pesquisador responsável:Miguel Luiz Menezes Freitas
Beneficiário:Marcela Aparecida de Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Endogamia   Genética populacional   Repetições de microssatélites   Aroeira   Fragmentos florestais

Resumo

Os efeitos da diversidade genética, da endogamia e da distribuição espacial de genótipos são pouco conhecidos em populações naturais de espécies arbóreas tropicais. Tais informações são de fundamental importância para a conservação de populações in situ, amostragem de germoplasma visando a conservação ex situ e para a marcação de árvores matrizes e coleta de sementes para a recuperação ambiental. Estes são os objetivos deste projeto, ou seja, estudar por meio de marcadores moleculares (RAPD e SSR) a distribuição espacial de genótipos e a diversidade genética em uma população natural de Myracrodruon urundeuva, espécie está de ocorrência na floresta estacional semidecídua no Norte do estado de São Paulo. A análise da distribuição espacial dos genótipos será realizada em árvores adultas pela estimativa do coeficiente de coancestria entre pares de indivíduos dentro de diferentes classes de distância entre coespecíficos. Esta análise também permitirá estimar o tamanho efetivo de variância das populações. Os níveis de diversidade genética serão quantificados pelos parâmetros padrões, número médio de alelos e médio efetivo por locos e heterozigosidades. A endogamia será avaliada comparando os índices de fixação em nível de loco e média entre locos. Estes resultados permitirão entender parte importante do processo da estrutura genética espacial e vizinhanças genéticas reprodutivas em populações naturais localizadas em fragmentos florestais, o que dará o indicativo de seu potencial para a conservação in situ, coleta de sementes para formação de bancos de germoplasma, a marcação de árvores matrizes e para a coleta de sementes em árvores matrizes para a recuperação ambiental. (AU)