Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao da toxicidade aguda de sedimentos no sistema estuarino de santos: canal de dragagem do porto de santos e area de disposicao.

Processo: 05/59412-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Denis Moledo de Souza Abessa
Beneficiário:Luciane Alves Maranho
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Assunto(s):Dragagem   Sedimentos   Ecotoxicologia

Resumo

O Porto de Santos localiza-se em uma área cujos sedimentos encontram-se contaminados devido às descargas do próprio porto, do pólo industrial de Cubatão, de aterros irregulares, e ainda pelo lançamento de esgotos. No Canal do Porto, o processo de assoreamento é intenso, levando à necessidade de dragagens. De acordo com a Legislação, é necessário caracterizar os sedimentos visando estimar possíveis impactos causados pela dragagem e também determinar os locais e maneiras mais adequadas de disposição do material. No presente projeto, o principal objetivo é avaliar a qualidade dos sedimentos do canal estuarino de Santos e da área de disposição, através de testes de toxicidade com anfípodos da espécie Tiburonella viscana, de forma a fornecer informações sobre riscos e impactos das atividades relacionadas às dragagens. As amostras de sedimento serão coletadas antes e após as dragagens de manutenção previstas, tanto no canal do porto como na zona de influência da disposição. Os testes de toxicidade aguda de sedimento integral serão conduzidos segundo método padronizado, utilizando 3 a 5 réplicas. Ao final de cada teste, as amostras significativamente tóxicas serão determinadas, por meio de testes estatísticos, fornecendo informações sobre a qualidade dos sedimentos em questão, e que poderão ser usadas na gestão do material dragado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)