Busca avançada
Ano de início
Entree

Resistência adesiva de cimento autoadesivo em função do tipo de material restaurador e tempo de polimerização

Processo: 09/10879-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Luís Roberto Marcondes Martins
Beneficiário:Camila Bortoletto Schoba
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Resistência de união (odontologia)   Dentística restauradora   Cimentos de resina

Resumo

O presente estudo objetiva avaliar resistência de união (MPa) do cimento resinoso autoadesivo Rely X U100 à dentina de terceiros molares humanos (n=10). Dois fatores estarão em estudo: 1- Tipo de restauração usada sobre o cimento: cerâmica pura (CP) ou metalocerâmica (MC) e 2- Tempo de realização do ensaio após polimerização: após 10minutos (T1), após 1 hora (T2) e após 24 horas (T3). O método de análise empregado seráo microcisalhamento. As restaurações em cerâmica pura reforçada por dissilicato de lítio(2mm de espessura e 1,0mm de diâmetro) ou metalocerâmica (0,5mm em metal e 1,5 mmem cerâmica feldspática com diâmetro de 1mm) serão fixadas com cimento autoadesivosob carga de 500g sobre a dentina oclusal de terceiros molares humanos conformeinstruções do fabricante. O teste compreende um dispositivo que fixa o conjunto dente/restauração e um fio de ortodontia que é contornado em volta da interface dos dois e a uma velocidade de 1 mm/min, uma força de cisalhamento é aplicada até que a união se rompa. A média, por grupo, será calculada em MPa Os dados serão tabulados e submetidos à análise estatística fatorial (2X3) e teste de comparação múltipla de médias. Os corpos de prova serão armazenados, sendo o padrão de fratura avaliado em Lupa estereoscópica - 4X.O padrão de fratura será classificado em Tipo 1: falha coesiva no cimento resinoso; Tipo 2:falha adesiva entre a restauração indireta e o cimento resinoso; Tipo 3: falha mistacaracterizada pela exposição da superfície dentinária e pela presença do cimento resinoso eserá expresso em porcentagem (%).