Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito da monosubstituição de complexos de vanádio à Base de Schiff sobre a expressão de proteína transportadora de glicose GLUT4 em tecidos de ratos diabéticos

Processo: 07/08748-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2008
Vigência (Término): 31 de maio de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Patricia Monteiro Seraphim
Beneficiário:Gisele Lemes Veiga Araujo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Resistência à insulina   Diabetes mellitus   Complexos de vanádio   Sistema musculoesquelético   Fisiologia endócrina

Resumo

O tratamento de Diabetes mellitus tipo 1 é realizado principalmente por meio de aplicações diárias de insulina, que podem variar de acordo com o tipo de insulina utilizada, associadas a exercícios físicos regulares, dietas, e compostos insulino-miméticos. Desde 1979, muitos estudos in vitro e in vivo vêm demonstrando que compostos de vanádio podem ser utilizados como mimetizadores da ação da insulina, promovendo o transporte e a oxidação da glicose em adipócitos, estimulando a síntese do glicogênio no fígado e diafragma, e inibindo a glicogenólise em hepatócitos, além de influenciar a própria translocação de transportador de glicose GLUT4 para a membrana plasmática de células musculares, aumentando assim a captação de glicose. Vários compostos de vanádio quelados organicamente são mais potentes do que sais livres em relação aos efeitos insulino-miméticos in vitro e in vivo. Estes compostos parecem ter em comum a propriedade de aumentar a eficiência insulino-mimética com uma redução nos níveis de toxicidade do vanadila (VO). Entretanto, pouco se sabe acerca das propriedades redox dos complexos de vanádio na função fisiológica. Descobrir uma relação clara entre a estrutura do complexo e a atividade insulino-mimética é muito interessante, pois poderá propiciar o surgimento de nova droga no combate ao diabetes. O objetivo deste projeto é estudar a relação estrutura-atividade dos complexos de vanadila (IV) à base de Schiff mono-substituído na melhora de sensibilidade à insulina de ratos diabéticos. Esta avaliação será feita através da análise da expressão de mRNA da proteína transportadora de glicose GLUT4 em tecidos sensíveis à ação da insulina de ratos diabéticos. O tratamento será feito através de injeções diárias de complexos de vanádio monosubstituídos [N,N'-etilenobis (salicilidenoaminato) de oxovanádio(IV) mono-substituído (5X-Salen) (X = -H, -NO2, -metoxi)] na dose de 12,5 nmol/Kg PC, durante 21 dias. Posteriormente, os animais serão sacrificados, para coleta de amostras de sangue para determinação de glicemia e de tecido muscular esquelético gastrocnêmio e coração para ensaio RT-PCR para quantificação de mRNA da proteína GLUT4. (AU)