Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel biologico de microdominios de membrana contendo glicoesfingolipideos (gems) na infectividade e sobrevivencia de fungos patogenicos.

Processo: 04/13306-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2005
Vigência (Término): 18 de setembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Helio Kiyoshi Takahashi
Beneficiário:Marcos Sergio de Toledo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ergosterol   Fungos patogênicos   Membrana plasmática

Resumo

A presença de microdomínios enriquecidos em glicoesfingolipídeos (GEMs), tem sido amplamente descrita em células de mamíferos, tendo um papel biológico fundamental na sinalização celular e na aderência célula-célula. Fungos patogênicos foram pouco estudados em relação à composição de GEMs. Resultados preliminares em nosso laboratório indicaram a presença das glicoinositolfosfoceramidas (GIPCs) Pb-1 e Pb-2 em frações de GEMs isoladas da forma de levedura de Paracoccidioides brasiliensis, cepa Pb18. Assim, o presente projeto terá como enfoque analisar: i) a composição de GEMs em fungos patogênicos (P. brasiliensis, Histoplasma capsulatum, Aspergillus fumigatus)', ii) a importância de ergosterol e GSLs nestes domínios, após tratamento dos fungos com inibidores da síntese destas moléculas; iii) a reorganização do citoesqueleto na transição de fase (para os fungos dimórficos); e, iv) a identidade de moléculas de adesão nos fungos e no hospedeiro. (AU)