Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das interações entre a proteína NS4B do vírus da febre amarela e proteínas celulares

Processo: 10/02623-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Maurício Lacerda Nogueira
Beneficiário:Alessandra Vidotto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Flavivirus   Interação proteína-proteína   Virologia   Proteômica

Resumo

Febre Amarela é uma doença infecciosa causada pelo Vírus da Febre Amarela (YFV), protótipo do gênero Flavivirus (Família Flaviviridae). O YFV é um arbovírus e é transmitido a vertebrados através da picada de artrópodes. Esse vírus apresenta RNA de polaridade positiva, codificado em uma poliproteína, que é processada em três proteínas estruturais (C, prM e E) e sete proteínas não-estruturais (NS1, NS2a, NS2b, NS3, NS4a, NS4b e NS5). A replicação do vírus envolve não apenas proteínas virais, mas também proteínas celulares provenientes da maquinaria de transcrição, tradução e maturação protéica. Tais proteínas celulares interagem com proteínas virais para formar o complexo de replicação viral. Como os componentes deste complexo são pouco conhecidos, estudos que demonstrem a identificação destes fatores trariam embasamento para um melhor entendimento do ciclo replicativo dos Flavivirus. Portanto, o presente projeto tem como objetivo estudar as interações da proteína não-estrutural 4b do YFV com proteínas do hospedeiro por análise proteômica, bem como caracterizá-las quanto sua importância nos processos infecciosos em culturas celulares. Este estudo pode trazer informações importantes para a elucidação dos mecanismos envolvidos na replicação e na patogenia dos Flavivirus, bem como gerar alvos potenciais para drogas antivirais.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.