Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel dos receptores serotoninérgicos dos tipos 5-HT1A e 5-HT2A do núcleo dorsomedial do hipotálamo na mediação de comportamentos defensivos relacionados ao pânico

Processo: 08/03123-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Hélio Zangrossi Júnior
Beneficiário:Valquíria Camin de Bortoli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/03685-3 - Neurotransmissores típicos e atípicos em transtornos neuropsiquiátricos, AP.TEM
Assunto(s):Hipotálamo   Antidepressivos   Transtorno de pânico   Estimulação elétrica   Receptor 5-HT1A de serotonina   Receptores 5-HT2 de serotonina   Benzodiazepinonas

Resumo

A estimulação elétrica ou química da substância cinzenta periaquedutal dorsal (SCPD) e do núcleo dorsomedial do hipotálamo (Hdm) produz comportamento de fuga em ratos, o qual tem sido associado a ataques de pânico em humanos. Além disso, a estimulação tanto da SCPD como do Hdm é inibida pelo tratamento com drogas utilizadas no tratamento do pânico. Estas evidências fundamentaram a idéia que a SCPD e o Hdm estejam intimamente envolvidos na patofisiologia do distúrbio de pânico. Deste então, a estimulação química ou elétrica destas duas áreas encefálicas tem sido utilizada como modelo experimental de pânico. Em relação a SCPD, utilizando o modelo de estimulação elétrica, tem sido mostrado que a administração intra-SCPD de agonistas de receptores dos tipos 5-HT1A e 5-HT2A inibe a resposta de fuga, efeito do tipo panicolítico. Mais recentemente, observamos que tratamento crônico com dois agentes antipânico, a fluoxetina, uma droga bloqueadora seletiva da recaptação de serotonina (5-HT) e o alprazolam, um agonista benzodiazepínico, potencializou o efeito inibitório da administração intra-SCPD de agonistas de receptores serotoninérgicos dos tipos 5-HT1A e 5-HT2A sobre a resposta de fuga induzida pela estimulação elétrica da SCPD. Estes resultados, em conjunto, levaram a sugestão de que receptores serotoninérgicos da SCPD estão envolvidos no efeito terapêutico de drogas utilizadas no tratamento do transtorno do pânico. Neste sentido, podemos inferir que, apesar de mecanismos de ação distintos, o tratamento crônico com as drogas panicolíticas parece induzir alterações em receptores 5-HT1A e 5-HT2A na SCPD.Diferente do observado na SCPD, ao nosso conhecimento nenhum trabalho foi realizado até o momento procurando-se avaliar a importância da neurotransmissão serotoninérgica na mediação da resposta de fuga induzida pela estimulação elétrica do núcleo dorsomedial do hipotálamo (Hdm). Desta maneira, ainda não é possível se avaliar em que medida estas alterações plásticas, induzidas por drogas antipânico sobre os receptores serotoninérgicos, são peculiares à SCPD, ou podem ser comumente observadas em uma outra estrutura também relacionada ao pânico. Diante deste quadro, o presente estudo pretende inicialmente verificar o efeito da administração intra-Hdm de diferentes agonistas serotoninérgicos seletivos para receptores 5-HT1A e 5-HT2A sobre a resposta de fuga gerada pela estimulação elétrica do Hdm. Em uma segunda etapa, procuraremos avaliar se o tratamento crônico com drogas panicolíticas é capaz de alterar os efeitos comportamentais dos agonistas serotoninérgicos injetados diretamente no Hdm. Para fins comparativos, utilizaremos as mesmas drogas antipânico que foram empregadas em nossos estudos prévios com a SCPD. Finalmente, procuraremos investigar a natureza das alterações induzidas pelas drogas panicolíticas sobre receptores serotoninérgicos localizados na SCPD. De acordo com os resultados obtidos, uma análise comparativa será feita com o Hdm. Para tal, utilizaremos a técnica de RT-PCR (Reação em Cadeia da Polimerase) para quantificar as variações na expressão de RNAm para receptores 5-HT1A e 5-HT2A na substância cinzenta periaquedutal (SCP) e no hipotálamo. Como estudo complementar, utilizaremos também a técnica de hibridização in situ (HIS) para quantificar possíveis variações na expressão de RNAm para receptores 5-HT1A e 5-HT2A na SCP e no hipotálamo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE BORTOLI, VALQUIRIA CAMIN; DE MELO YAMASHITA, PAULA SHIMENE; ZANGROSSI, JR., HELIO. 5-HT1A and 5-HT2A receptor control of a panic-like defensive response in the rat dorsomedial hypothalamic nucleus. JOURNAL OF PSYCHOPHARMACOLOGY, v. 27, n. 12, SI, p. 1116-1123, DEC 2013. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.