Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização qualitativa e quantitativa de surfactante iônico e não-iônico no reservatório de itupararanga, bacia hidrográfica do rio sorocaba (sp)

Processo: 10/01483-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Maria Bernadete Amâncio Varesche
Beneficiário:Lorena Oliveira Pires
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/55636-9 - Contribuição ao conhecimento do ciclo do carbono no reservatório de Itupararanga como subsídio para a sustentabilidade da Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba (SP), AP.TEM
Assunto(s):Tensoativos   Sustentabilidade   Sedimentos   Biologia molecular

Resumo

Surfactantes são compostos amplamente utilizados na fabricação de detergentes e produtos de limpeza em geral e estão presentes em águas residuárias domésticas e industriais. Nesse trabalho será verificada a presença dos surfactantes alquilbenzeno linear sulfonado (LAS) e linear álcool etoxilato (LAE) em águas superficiais e sedimentos do reservatório de Itupararanga (SP) e Rio Sorocaba que recebem esgoto doméstico e água residuária industrial Uma vez que o método cromatográfico para quantificação do LAS já está bem fundamentado e validado no laboratório no qual será realizado o trabalho, técnica em cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) será desenvolvida para quantificação do surfactante LAE. Amostras retiradas dos pontos de coleta dos rios e reservatório serão analisadas quanto a concentração dos surfactantes LAE e LAS. Após a caracterização da presença dos surfactantes será usada duas abordagens distintas para a caracterização de bactérias anaeróbias envolvidas na degradação dos surfactantes: (1) caracterização filogenética direta da amostra ambiental e (2) quantificação das bactérias anaeróbias degradadores do surfactante por meio da técnica de tubos múltiplos (NMP) e caracterização filogenética da maior diluição de quantificação. Para tanto, será escolhido determinado ponto de coleta, por exemplo, aquele em que for observada a presença de pelo menos um dos surfactantes em maior concentração, A caracterização filogenética será realizada por meio de técnicas de Biologia Molecular. Através desse delineamento experimental, pretende-se, ao final do trabalho, quantificar os surfactantes LAS e LAE nos rios e reservatório estudados e identificar as culturas predominantes visando contribuir para a escassa informação sobre a diversidade microbiana envolvida na degradação de surfactantes em ambiente natural e impactado.