Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da partição de ácido clavulânico em sistema micelar de duas fases aquosas pH dependente

Processo: 07/05269-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2007
Vigência (Término): 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Tecnologia Química
Pesquisador responsável:Carlota de Oliveira Rangel Yagui
Beneficiário:Raquel Brandão Haga
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema de duas fases aquosas   Processos de separação   Antibióticos

Resumo

O ácido clavulânico, produto do metabolismo secundário de Streptomyces sp., é obtido por bioconversão. Este ácido é um potente inibidor de β-lactamases, sendo utilizado em associação com antibióticos β-lactâmicos para melhoria da eficiência destes. Atualmente a purificação industrial de ácido clavulânico envolve várias etapas que consistem principalmente de processos de extração líquido-líquido envolvendo solventes orgânicos, cromatografia de adsorção, cromatografia de troca-iônica, dentre outros. Portanto, a busca por alternativas mais econômicas e simplificadas é de grande interesse. O presente projeto pretende estudar a purificação de ácido clavulânico empregando sistema micelar de duas fases aquosas pH dependentes. Será estudado o sistema micelar de duas fases aquosas formado pelo tensoativo óxido de dodecildimetilamina (DDAO), o qual é capaz de comportar-se como não-iônico, catiônico ou uma mistura entre estas duas formas em função do pH da solução. Numa primeira etapa, serão realizados estudos para a determinação da estabilidade do ácido clavulânico, caracterização das micelas e determinação de parâmetros de transferência de massa. Além disto será realizado um estudo inicial de partição do fármaco em sistema micelar previamente estudado, formado pelo tensoativo não-iônico C10E4. Em seguida será estudado o comportamento do ácido clavulânico puro em sistema micelar de DDAO, verificando-se o efeito da temperatura, concentração de tensoativo, grau de ionização das micelas e adição de NaBr.