Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do turnover hepatico, muscular e sanguineo em ratos wistar tratados com alcoois de origem vegetal c3 (uva) e c4(cana de acucar) analises morfologicas, bioquimicas e dos isotopos estaveis de...

Processo: 07/00708-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2007
Vigência (Término): 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Luís Fernando Barbisan
Beneficiário:Felipe Gustavo Ravagnani
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Alcoolismo   Isótopos estáveis   Patologia

Resumo

A compreensão das condições patológicas advindas da degradação do etanol no organismo humano e como esse xenobiótico interage com o turnover tecidual são cruciais para a área de saúde pública, uma vez que o consumo de álcool vem aumentando na sociedade, o que gera um ônus de milhões de reais no tratamento das conseqüências do alcoolismo.Fígado, músculo e sangue são três tecidos afetados pelo consumo crônico de álcool. Na busca de maiores informações sobre as respostas desses tecidos à presença do etanol no organismo, propõe-se submeter ratos Wistar machos e adultos à ingestão ad libitum de água filtrada contendo etanol, esse proveniente de cana-de-açúcar (planta C4) ou de uva (planta C3) a uma concentração de 25 ºGL, e de ração, em relação ao grupo controle tratado com água filtrada e ração. Como ferramentas de análise serão utilizadas a espectrometria de massa de ra-zão isotópica dos isótopos estáveis de carbono (delta 13C) e nitrogênio (delta 15N) nos três tecidos em questão, análise bioquímica das enzimas alanina aminotransferase (ALT) e aspartato aminotransferase (AST) presente no sangue e o estudo morfológico em microscopia óptica dos tecidos hepático e muscular.