Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do pre-condicionamento induzido por gentamicina celulas tubulares renais proximais.

Processo: 07/51434-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2007
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Nestor Schor
Beneficiário:Edson de Andrade Pessoa
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/08311-6 - Mecanismos moleculares, celulares e fisiopatológicos da insuficiência renal aguda, AP.TEM
Assunto(s):Apoptose   Gentamicinas

Resumo

Pré-condicionamento refere-se à situação em que um animal, órgão ou célula submetida a uma agressão adquire resistência ou responde menos intensamente quando a agressão é repetida. Este fenômeno tem sido observado em vários órgãos, especialmente quando submetidos à isquemia. O mecanismo dessa proteção é desconhecido, mediadores como óxido nítrico, endotelina, adenosina e várias "heat shock proteins" (HSP) podem estar envolvidas. Pode ocorrer resistência cruzada em animais submetidos a insultos renais de diferentes origens, como por exemplo, animais submetidos à isquemia que ficam mais resistentes a insultos por gentamicina. Entre os mecanismos de proteção celular básicos estariam envolvidos recuperação de proteínas desnaturadas; supressão de citocinas pró-inflamatórias (IL-1, TNF, etc), prevenção da apoptose ou aumento da expressão das HSP. O estímulo a HSP pode promover a manutenção dos níveis de ATP, redução de estresse oxidativo ou mesmo a redução de citocinas. Este trabalho tem como objetivo estudar o pré-condicionamento induzido por gentamicina e o pré-condicionamento induzido por gentamicina sobre o efeito de outros insultos como hipóxia em células tubulares renais proximais (LLC-PK1), o principal alvo celular da nefrotoxicidade induzida por gentamicina. (AU)