Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção e caracterização molecular de Giardia duodenalis em cães domésticos na cidade de Botucatu - SP. podem os cães atuar como fonte de infecção para humanos?

Processo: 09/01714-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:João Pessoa Araújo Junior
Beneficiário:Marina Mitie de Souza Monobe
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Giardíase   Genótipo   Caracterização molecular   Giardia   Cães   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

Giardia duodenalis (sinônimo G. lamblia, G. intestinalis) é um protozoário unicelular que comumente parasita o intestino delgado de mamíferos domésticos e silvestres, bem como o homem. Este parasita é frequentemente subestimado, apesar de ter distribuição mundial e grande importância epidemiológica e clínica por sua alta prevalência (Adam, 2001). Na cidade de Botucatu-SP é o enteroparasita de maior prevalência em cães domésticos e apresenta grande potencial e significado em termos de saúde pública pela capacidade de transmissão zoonótica, sendo a giardíase a mais comum doença parasitária em humanos (Ali & Hill, 2003), estimado em cerca de 2,8 x 108 novos casos por ano (Lloyd et al., 2002). Aproximadamente 500 mil novos casos são diagnosticados por ano nos EUA (Thompson, 2000) e cerca de 200 milhões de pessoas tem giardíase sintomática em países em desenvolvimento na Ásia, África e América Latina (Sulaiman et al., 2003). A giardíase canina é amplamente encontrada na clínica médica de pequenos animais e o número de casos suspeitos cresce significativamente, sendo responsável por alta morbidade entre caninos domésticos (Bugg et al., 1999) e pelo aumento nos questionamentos sobre o significado em termos de saúde pública de tais infecções, uma vez que esses animais podem ser fonte de transmissão para o homem (O´Handley et al., 2000; Van Keulen et al., 2002). Isolados de G. duodenalis obtidos em amostras fecais de caninos mostraram que embora sejam morfologicamente semelhantes aos obtidos de outras espécies de mamíferos, inclusive o homem, podem pertencer a grupos genéticos hospedeiro-específicos (genótipo C e D) ou a grupos potencialmente zoonóticos (genótipo A e B) com possíveis implicações a saúde pública (Monis & Thompson, 2003). Estudos complementares da incidência das infecções e caracterização molecular das espécies/genótipos devem ser realizados para se observar a real importância de tais infecções para a saúde dos animais e na avaliação do seu potencial zoonótico. O presente trabalho tem como objetivo caracterizar geneticamente as amostras de G. duodenalis obtidos em cães domésticos na cidade de Botucatu-SP através da técnica de PCR-RFLP e analisar comparativamente as técnicas de diagnóstico de centrífugo flutuação em sulfato de zinco e reação em cadeia da polimerase.