Busca avançada
Ano de início
Entree

Descrição e avaliação de modelos experimentais para o transplante uterino em coelhos

Processo: 08/09441-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Manoel João Batista Castello Girão
Beneficiário:Emerson de Oliveira
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ginecologia   Infertilidade feminina   Transplante de órgãos   Útero

Resumo

O interesse em transplante uterino aumentou na comunidade científica desde os meados do século XX, com o objetivo de superar os problemas de infertilidade relacionados à ausência de útero ou anomalias não passíveis de correção cirúrgica. É bem estabelecido que cerca de 5 - 10% dos casos de infertilidade são secundários a desordens congênitas ou adquiridas do útero, entre as quais as agenesias Müllerianas, síndrome de Mayer-Rokitansky-Kuster-Hauser, leiomiomas, síndrome de Asherman e histerectomia são as principais. Novos procedimentos não oferecem nenhuma ajuda nessas situações. A única chance da mulher afetada por esses problemas ter um bebê é recorrer à gestação de substituição, a qual consiste no uso dos gametas de um casal para produzir um embrião que é transferido para o útero de uma mulher que concorda em atuar como uma hospedeira para a gravidez. A história dos modelos experimentais usadas para os propósitos de transplante uterino começaram por volta dos anos 1960. Ovelhas, cachorros, macacos, coelhos e ratos foram usados em ambos, autólogos e homólogos transplantes. A intenção foi compreender duas principais áreas desta técnica: 1) a vascularização do útero e sua rede de pequenos vasos; 2) a modulação do tratamento imunossupressor para evitar a rejeição e a prevenção de toxicidade para a mãe a fim de se eliminar a teratogenicidade para o feto. O marco clínico do transplante uterino foi garantido pelo Dr. Wafa Fageeh e sua equipe que em 2000 transplantaram com sucesso, na Arábia Saudita, o útero humano. Contudo, o útero transplantado permaneceu no receptor por apenas 99 dias, ocasião em que ocorreu oclusão dos vasos uterinos por trombose. O furor que se seguiu desse sucesso parcial revelou mudanças na visão da comunidade científica. É claro que as mulheres interessadas ficaram entusiásticas com o potencial de progresso da técnica. Os objetivos desse projeto são: - descrever um modelo experimental para transplante uterino em suínos por meio de autotransplantes e transplantes homólogos; - Avaliar por meio de ultrassonografia Doppler a viabilidade do enxerto segundo os índices dopplervelocimétricos de resistência, pulsatilidade e relação ADB; - Avaliar por meio de laparotomia a viabilidade do enxerto após 72h, 1 semana e um mês da realização do procedimento, segundo os seguintes critérios: - Constatação de desobstrução vascular por visualização do esvaziamento e enchimento de veias e pulsatilidade de artérias, além da palpação das artérias para verificação da presença ou ausência de palpitações; - Avaliação do útero e das tubas por sua coloração e textura; - Observação de sangramento vermelho rutilante do tecido durante a abrasão ou punção; - Determinação de infecção pélvica; - Investigar a influência do armazenamento em baixa temperatura do útero para posterior transplante por meio de parâmetros como pH, pCO2, pO2 e lactato, bem como, indicadores de estresse oxidativo, tais como os radicais ascórbicos. Além disso, a análise microscópica será usada para detectar sinais histológicos de injúrias por isquemia e reperfusão em fragmentos de biópsia; - Demonstrar a possibilidade de gestação pela transferência de embriões para o útero transplantado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, EMERSON; DA SILVA TAVARES, KELLY ALESSANDRA; VIEIRA GOMES, MARIANO TAMURA; SALZEDAS-NETTO, ALCIDES AUGUSTO; FERREIRA SARTORI, MARAIR GRACIO; CASTRO, RODRIGO AQUINO; FERNANDES, CESAR EDUARDO; BATISTA CASTELLO GIRAO, MANOEL JOAO. Description and evaluation of experimental models for uterine transplantation in pigs. Einstein (São Paulo), v. 15, n. 4, p. 481-485, OCT-DEC 2017. Citações Web of Science: 0.
EMERSON DE OLIVEIRA; KELLY ALESSANDRA DA SILVA TAVARES; MARIANO TAMURA VIEIRA GOMES; ALCIDES AUGUSTO SALZEDAS-NETTO; MARAIR GRACIO FERREIRA SARTORI; RODRIGO AQUINO CASTRO; CÉSAR EDUARDO FERNANDES; MANOEL JOÃO BATISTA CASTELLO GIRÃO. Description and evaluation of experimental models for uterine transplantation in pigs. Einstein (São Paulo), v. 15, n. 4, p. -, Dez. 2017.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.