Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho físico e mecânico de painéis LVL de Pinus taeda l. estudos de arranjos industriais

Processo: 07/54863-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais
Pesquisador responsável:Hernando Alfonso Lara Palma
Beneficiário:Fernanda Maria Abilio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Pinus taeda

Resumo

O presente trabalho de pesquisa tem como objetivo principal a avaliação do desempenho físico-mecânico de painéis LVL de Pinus taeda L, montados de forma não homogênea com lâminas selecionadas aleatoriamente. Os painéis serão fabricados em tamanho industrial com lâminas de espessura nominal de 3,4 mm, provenientes de reflorestamentos da região de Sengés, PR e fabricados na Indústria de Compensados Caribea Ltda., localizada no município de são Manuel, SP. Serão confeccionados três tipos de painéis LVL compostos de 13,15 e 17 lâminas, montados com a inclusão de três fâminas com a direção perpendicular à direção do painel. Ao todo serão feitos quatro painéis para cada arranjo e um painel para cada tratamento, com todas as lâminas longitudinais, denominado testemunha ou controle, perfazendo um total de 15 painéis. As propriedades dos painéis serão avaliadas pelo método não-destrutivo de ultra-som, determinando-se, respectivamente, o módulo dinâmico (Ed) e a constante dinâmica (CLL) de cada painel. Através de corpos-de-prova retirados dos painéis, serão realizados ensaios de flexão estática, cisalhamento longitudinal, compressão paralela e perpendicular às fibras, resistência da colagem ao esforço de cisalhamento, absorção de umidade, teor de umidade e densidade, seguindo-se as recomendações das normas ASTM 5456 (1996) e NBR Projeto 31:000.05-001/1- (Proposta) Na avaliação da qualidade dos painéis, os valores médios das propriedades do LVL serão comparados com às especificações das normas americanas e européias utilizadas para este produto e também com valores obtidos em outros estudos encontrados na literatura. Este estudo se enquadra dentro das linhas de pesquisas do Departamento de Recursos Naturais, sobre a utilização de produtos e subprodutos provenientes de reflorestamentos, visando um aumento nas pesquisas e tecnologias que envolvam. (AU)