Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das propriedades imunogenicas de uma proteina recombinante baseado no antigeno 1 de membrana apical de plasmodium vivax (pvama-1).

Processo: 06/04507-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Irene da Silva Soares
Beneficiário:Mariana Borges de Moraes Patricio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Plasmodium vivax   Malária

Resumo

Nos últimos anos produzimos diversas proteínas recombinantes baseadas na região C-terminal (19kDa) da Proteína 1 da Superfície do Merozoíta de Plasmodium vivax (MSP119) a partir de diferentes sistemas de expressão em Escherichia coli (CUNHA et al., 2001), Saccharomyces cerevisiae (SOARES et al., 1999c) e Pichia pastoris (SOARES & RODRIGUES, 2002). Estas proteínas recombinantes foram utilizadas para a imunização de camundongos C57BL/6 na presença de diferentes formulações de adjuvantes (CUNHA et al., 2001; SOARES & RODRIGUES, 2002; ROSA et al., 2004). Observamos que uma das proteínas baseadas na MSP119, a qual contem o epítopo universal PADRE, foi capaz de induzir títulos de anticorpos tão altos quanto aqueles gerados pela imunização na presença de ACF/AIF em termos de magnitude, afinidade, subclasses de IgG e longevidade. Muito recentemente, demonstramos que uma nova proteína recombinante baseada na MSP119 foi altamente imunogênica em macacos (Callithrix jaccus jaccus) quando administrada na presença de AIF. Títulos mais baixos, entretanto consideráveis, foram também obtidos quando a proteína foi administrada na presença do adjuvante Quil A (ROSA et al., 2006). Com base nestes resultados, estamos propondo neste projeto dar continuidade as imunizações pré-clínicas em camundongos utilizando como base proteínas recombinantes derivadas do Antígeno 1 de Membrana Apical de P. vivax (PvAMA-1), o qual foi caracterizado recentemente pelo nosso grupo como sendo altamente imunogênico em infecções naturais (RODRIGUES et al., 2005). Iniciaremos às imunizações experimentais utilizando um recombinante correspondente ao ectodomínio da proteína, o qual tem sido produzido rotineiramente pelo nosso grupo a partir do sistema bacteriano de expressão (RODRIGUES et al., 2005). Alternativamente, utilizaremos também proteínas recombinantes correspondentes aos subdomínios de PvAMA-1, os quais foram gerados muito recentemente pelo nosso grupo (manuscrito em preparação). O nosso objetivo é avaliar a imunogenicidade da PvAMA-1 em camundongos na presença de diferentes formulações de adjuvantes, a fim de selecionar algumas combinações antígeno-adjuvante para serem utilizadas em futuras imunizações de primatas não humanos (Callithrix jaccus jaccus).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: