Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da atividade de toxinas isoladas do veneno de Bufo paracnemis sobre crises induzidas por PTZ e canais de Na+, K+ e Ca++ dependentes de voltagem

Processo: 07/06742-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Wagner Ferreira dos Santos
Beneficiário:Alexandra Olimpio Siqueira Cunha
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/54855-0 - Toxinas animais: estrutura, função e aplicações biotecnológicas, AP.TEM
Assunto(s):Neurofisiologia

Resumo

Ao longo do processo evolutivo, animais peçonhentos têm sido particularmente favorecidos por um arsenal de compostos, os quais conferem a estes animais uma habilidade única de paralisar e/ou matar suas presas. Entre os sítios de ação das muitas toxinas já isoladas se encontram os canais iônicos permeáveis aos íons de Na+, K+ e Ca+2, os quais controlam processos fisiológicos cruciais em vários sistemas, sobretudo no SNC. O mau funcionamento destes canais está ligado a várias patologias, tais como: epilepsias, arritmias cardíacas e dor crônica. Desta forma, os canais iônicos têm sido extensivamente estudados e sua caracterização farmacológica, tem sido possível muitas vezes, devido à especificidade de neurotoxinas de venenos de animais. Dentre os principais grupos encontram-se escorpiões, aranhas, gastrópodes marinhos, anêmonas, sapos e serpentes. Apesar do grande potencial farmacológico, até agora poucos análogos de compostos isolados de venenos têm sido colocados na prática clínica. No entanto, com o surgimento de novas técnicas de isolamento e síntese de análogos é provável que em breve uma nova geração de compostos esteja à disposição para ambos; pesquisa básica e desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. Desta forma, os objetivos do presente trabalho são: 1.Caracterizar a atividade de neurotoxinas de B. paracnemis sobre canais de Na+, K+ e Ca+2 e 2. Estabelecer o potencial anticonvulsivante destas toxinas contra crises generalizadas induzidas pela injeção sistêmica de PTZ.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.