Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de ferramentas para o estudo das funções fisiológicas da proteína "prion" celular

Processo: 02/12697-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2003
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Vilma Regina Martins
Beneficiário:Carolina Clarice Rodrigues
Instituição-sede: Instituto Ludwig de Pesquisa sobre o Câncer (ILPC). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:99/07124-8 - Papel da proteína prion celular em processos fisiológicos e patológicos, AP.TEM
Assunto(s):Fibroblastos   Proteínas recombinantes   Proteínas de choque térmico

Resumo

Príons são partículas protéicas infecciosas relacionadas doença neurodegenerativas. Eles são uma isoforma da proteína príon celular, PrPc, que é uma glicoproteína abundantemente expressa em neurônios mas também encontrada em vários tecidos e linhagens celulares. PrPc é um ligante celular de laminina que medeia diferenciação e manutenção neuronal. Dada a conservação do sítio de interação de PrPc nos diversos tipos de laminina e a importância da última em processos tumorais, questionamos se a interação PrPc-laminina pode ser importante na tumorigênese ou mais especificamente na progressão tumoral. Nosso grupo observou que clones celulares tumorais gerados a partir de fibroblastos de animais onde a expressão de PrPc foi abolida, têm uma dose tumoral mínima menor e a capacidade de colonização pulmonar muito maior que células tumorais provenientes de animais com expressão normal de PrPc. A primeira abordagem deste trabalho é gerar clones de fibroblastos imortalizados de animais que superexpressam PrPc(Tg-20) para continuar a abordagem descrita anteriormente. Uma segunda abordagem é avaliar a expressão de PrPc nos vários órgãos destes animais para saber se existe uma regulação tecido específica. O terceiro objetivo do trabalho é expressar e purificar as proteínas recombinantes STI-1 e PrPc. STI-1 foi caracterizada como um ligante de PrPc e é nosso interesse futuro cristalizar e determinar da estrutura deste complexo. (AU)