Busca avançada
Ano de início
Entree

Extração no ponto nuvem para remediação de águas residuais e solos contaminados com cádmio

Processo: 08/10118-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Márcia Andreia Mesquita Silva da Veiga
Beneficiário:Inara Amoroso da Silva Luccas
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Monitoramento ambiental   Remediação   Águas residuárias   Poluição do solo   Solos   Cádmio

Resumo

Reações químicas, entre o solo sólido e uma solução do solo, influenciam tanto o crescimento das plantas quanto a qualidade das águas. Como conseqüência, a qualidade dos solos exerce uma importância fundamental na qualidade de vida de uma dada população. Existem, no estado de São Paulo, centenas de áreas contaminadas por produtos químicos de longa persistência no meio ambiente e alto risco à saúde humana. São antigas instalações industriais, aterros de resíduos tóxicos e depósitos irregulares ou inadequados para conter a poluição. Solos contaminados representam um risco potencial a saúde humana e, são notoriamente difíceis de tratar, pois os contaminantes estão com freqüência firmemente ligados às partículas do solo. Não existem evidências de que Cd seja biologicamente essencial ou benéfico; pelo contrário, tem sido atribuído a este elemento numerosas mortes humanas e vários efeitos nocivos em peixes e na vida selvagem. Em concentrações suficientes, ele é tóxico a todas as formas de vida, incluindo microorganismos, plantas superiores, animais e o homem. Este projeto visa o desenvolvimento de procedimentos analíticos para remediação de solos contaminados com cádmio por extração com surfactantes não-iônicos (ponto nuvem) e posterior descontaminação da água residual gerada também por extração no ponto nuvem. Os solos serão investigados de acordo com suas características (pH, capacidade de troca catiônica, teor de matéria orgânica, etc.). Para verificar a eficiência de extração do método, extração seqüencial de acordo com o protocolo BCR será aplicada nas amostras de solo e comparada com a extração feita com ácido mineral. Todas as determinações serão realizadas por espectrometria de massa com fonte de plasma indutivamente acoplado (ICP-MS) (AU)