Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade genetica em progenies de pinhao manso (jathopha curcas), por meio de marcadores moleculares microssatelites.

Processo: 06/00085-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Conservação da Natureza
Pesquisador responsável:Edson Seizo Mori
Beneficiário:Henrique Zanoti Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Parâmetros genéticos   Melhoramento genético vegetal   Genética quantitativa

Resumo

O que se constata na grande maioria dos viveiros de produção de mudas de espécies florestais nativas é a baixa diversidade de espécies e a baixa variabilidade genética das sementes. Esses problemas são refletidos nos plantios heterogêneos de nativas, podendo ser condicionantes do sucesso ou insucesso do empreendimento. Diante da necessidade premente de oferecer sementes com qualidade, é que está sendo proposta a implantação de pomares de sementes na FCA/UNESP de Botucatu , que possibilitem a colheita de sementes com maior acessibilidade e qualidade genética. Atualmente, uma espécie que vem se destacando é a aroeira pimenteira (Schinus terebinthifolius Raddi) devido a suas potencialidades medicinais, fitoquímicas, econômicas e ecológicas. Sendo assim, a aroeira pimenteira é uma espécie com elevado potencial para pesquisa de sua propagação, visando a produção de mudas de alta qualidade genética. Populações melhoradas que satisfaçam as exigências da produtividade florestal depende da capacidade de se identificar genótipos desejados na população sob seleção, por isso neste trabalho objetiva-se estimar os parâmetros genéticos de características quantitativas relacionadas à indução e formação de raízes adventícias em estacas e os parâmetros genéticos de população por meio de marcadores moleculares RAPD. Serão estudados 24 indivíduos de um povoamento natural; para cada indivíduo serão usados 32 propágulos vegetativos (rametes) totalizando 768 estacas. O experimento será repetido durante dois períodos do ano , verão e inverno. A estimativa da variabilidade genética populacional será determinada utilizando o programa computacional TFPGA e os parâmetros genéticos quantitativos por meio do GENES.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)