Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da proteína acetil-CoA carboxilase (ACC) hipotalâmica na modulação do metabolismo e sensibilidade muscular a insulina em ratos

Processo: 09/15661-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Marcio Alberto Torsoni
Beneficiário:Gustavo Aparecido dos Santos
Instituição-sede: Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade Braz Cubas (UBC). Mogi das Cruzes , SP, Brasil
Assunto(s):Hipotálamo   Metabolismo   Proteínas quinases ativadas por AMP

Resumo

A obesidade é uma doença que apresenta elevada prevalência na população mundial. Da mesma maneira, a prevalência das patologias associadas a obesidade tais como a hipertensão arterial, aterosclerose, dislipidemias e diabetes tipo II também têm aumentado de maneira significativa. O sistema nervoso central, em especial o hipotálamo, tem participação fundamental no controle do ganho peso. O controle do gasto energético e da saciedade é realizado por neurônios localizadas no núcleo arqueado do hipotálamo e que expressam peptídeos controladores deste processo (NPY, AGRP, POMC e CART). Nestes neurônios também é expressa a proteína acetil-CoA carboxilase (ACC) que é modulada negativamente através de fosforilação pela enzima AMPK. A ACC encontra-se ativada e, portanto, produzindo malonil-CoA, em períodos pós-prandiais. Entretanto, sua atividade é reduzida pela ativação da AMPK quando o indivíduo encontra-se em jejum ou na presença de leptina e grelina, por exemplo. A literatura tem mostrado que as proteínas AMPK e ACC hipotalâmicas também estão envolvidas com a modulação do metabolismo no fígado, músculo e tecido adiposo em resposta a diferentes condições nutricionais e hormonais. Este projeto irá investigar a participação da ACC hipotalâmica nas alterações metabólicas musculares do jejum. Para isso, será realizado o bloqueio da expressão da ACC no hipotálamo e serão avaliados os efeitos sobre a homeostase da glicose e expressão de proteínas tais como, AMPK e PGC1a na musculatura esquelética.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.