Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de receptores purinérgicos na formação hipocampal de pacientes com epilepsia do lobo temporal

Processo: 07/06550-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2007
Vigência (Término): 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria José da Silva Fernandes
Beneficiário:Danielli Souza Speciali
Instituição-sede: Departamento de Neurologia e Neurocirurgia. Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/56661-9 - Epilepsia do lobo temporal: um estudo de correlação da imagem do cérebro, características morfológicas, achados eletrofisiológicos, aspectos normais e neuroquímicos em seres humanos com e sem esclerose mesial temporal, AP.CINAPCE.TEM
Assunto(s):Epilepsia do lobo temporal   Neurociências   Hipocampo   Eletroforese

Resumo

A epilepsia do lobo temporal (ELT) é a forma mais comum de epilepsia refratária. A esclerose mesial hipocampal constitui o principal achado neuropatológico deste tipo de epilepsia. A gliose que acompanha o quadro esclerótico pode contribuir para hiperexcitabilidade e susceptibilidade as crises epilépticas, por promover liberação de citocinas através da ativação de purinoceptores. O ATP através tem ação convulsivante, promove astrogliose reativa e liberação de citocinas podendo causar citotoxicidade por facilitar o aumento do cálcio intracelular. Trabalhos prévios, no modelo de ELT induzida por pilocarpina têm revelado um aumento na concentração extracelular de metabólotos de ATP no hipocampo durante crises espontâneas e recorrentes, indicando grande liberação de ATP. Outro estudo mostra um aumento na densidade de receptores P2X7 em células gliais no hipocampo de ratos durante status epilepticus, e em terminais sinápticos no período crônico, indicando que o ATP desempenha diferentes funções na ELT. Com base nos achados em modelos experimentais de ELT os principais objetivos do presente estudo serão analisar as alterações na expressão de receptores P2X4 e 7 e a sua localização nos diferentes tipos celulares no hipocampo extraído cirurgicamente de pacientes com ELT. Serão empregados métodos de eletroforese/imunoblot, imuno-histoquímica, imunofluorescência.