Busca avançada
Ano de início
Entree

Compressibilidade de um latossolo submetido a dois sistemas de manejo de cana-de-açúcar

Processo: 09/15213-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Pesquisador responsável:Zigomar Menezes de Souza
Beneficiário:Matheus Uzelotto Lopes
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Mecânica dos solos   Compactação dos solos   Física do solo   Manejo do solo

Resumo

O sistema de colheita mecanizada da cana-de-açúcar permite a manutenção de uma camada de resíduos vegetais na superfície do solo, com enriquecimento das camadas superficiais com matéria orgânica, o que pode promover redução no processo de compactação e suas conseqüências, uma vez que os resíduos vegetais na superfície podem atenuar as pressões produzidas por máquinas. É importante conhecer a capacidade de tráfego em áreas agrícolas, sendo que a definição da pressão de preconsolidação é uma estratégia para avaliar diferentes manejos do solo e, a degradação da estrutura do solo. No Brasil, os estudos da modelagem do comportamento da estrutura do solo com base na pressão de preconsolidação são recentes. Portanto, o presente trabalho será desenvolvido com o objetivo de estudar as alterações no comportamento físico e mecânico do solo produzido pelo enriquecimento do conteúdo de matéria orgânica em áreas cultivadas com cana-de-açúcar colhidas com e sem queima, estabelecendo uma relação com a pressão de preconsolidação. O projeto será desenvolvido em duas áreas cultivadas com cana-de-açúcar: 1- colhida com corte manual e queima desde 1973; 2- colhida mecanicamente sem queima desde 1996 (11 anos de implantação do sistema de cana crua). Os atributos físicos avaliados serão: análise granulométrica, curva de retenção, densidade do solo, porosidade do solo, resistência do solo à penetração e teor de água no solo nas camadas de 0,00-0,10 m, 0,10-0,20 m e 0,20-0,30 m. Determinará também o intervalo hídrico ótimo para identificar os limites críticos de densidade do solo onde à resistência do solo à penetração e a porosidade de aeração são restritivos ao desenvolvimento das plantas. Serão avaliadas as relações entre o teor de matéria orgânica e a compressibilidade do solo, as relações entre teor de matéria orgânica do solo e a umidade crítica para a compactação. Serão efetuadas análises de regressão relativas entre os atributos físicos e ao ensaio de compressibilidade e para a análise do intervalo hídrico ótimo, os dados serão avaliados por meio de análises de regressão não linear empregando o algoritmo de Leverberg-Marquardt.