Busca avançada
Ano de início
Entree

Planejamento, síntese e avaliação microbiológica de compostos híbridos de ftalimida potencialmente ativos no tratamento da hanseníase

Processo: 07/54983-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Chung Man Chin
Beneficiário:Paulo Renato Yamasaki
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Sulfonamidas   Dapsona   Hanseníase

Resumo

A hanseníase é uma doença infecto contagiosa crônica, causada por um patógeno intracelular obrigatório, o Mycobacterium leprae. Esta doença apresenta duas formas de infecção distintas: a paucibacilar (tuberculoide) e a multibacilar (lepromatosa), A infecção multibacilar pode gerar muitas seqüelas, e seus efeitos delérios levam a incapacidades físicas e estigmatização social. O tempo de tratamento é prolongado e pode ser dificultado por conta do surgimento de resistência às antibióticos. De maneira geral, a terapia mais utilizada é a multi fármacos, onde se tem o uso alternado de três antibióticos diferentes: rifampicina, dapsona e clofazemina. Nos casos de hanseníase lepromatosa o único fármaco usado é a talidomida, cujos efeitos benéficos estão relacionados à inibição da citocina pró-inflamatória TNF alfa. A despeito da redução do número de casos mundiais, o Brasil ainda se destaca negativamente com alta taxas de prevalência e incidência. Assim, o desenvolvimento de novas moléculas potenciais no tratamento da hanseníase se constitui uma Importante estratégia na eliminação de cepas resistentes, e auxilia a erradição da doença. Através da estratégia de hibridação molecular, este trabalho consiste em otimizar racionalmente um protótipo candidato a fármaco Identificado em nosso laboratório, modulando sua atividade contra a hanseníase multibacilar - principalmente em reações de fase 2 (lepromatosa). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YAMASAKI, PAULO RENATO; DO NASCIMENTO, DEJAIR CAETANO; CHELUCCI, RAFAEL CONSOLIN; FERNANDES BELONE, ANDREA DE FARIA; ROSA, PATRICIA SAMMARCO; DIORIO, SUZANA MADEIRA; FERREIRA DE MELO, THAIS REGINA; BARBIERI, KARINA PEREIRA; POLESI PLACERES, MARISA CAMPOS; CARLOS, IRACILDA ZEPONE; CHUNG, MAN CHIN; DOS SANTOS, JEAN LEANDRO. Synthesis and evaluation of novel dapsone-thalidomide hybrids for the treatment of type 2 leprosy reactions. Bioorganic & Medicinal Chemistry Letters, v. 24, n. 14, p. 3084-3087, JUL 15 2014. Citações Web of Science: 6.
SANTOS, JEAN L.; YAMASAKI, PAULO R.; CHIN, CHUNG MAN; TAKASHI, CELIO H.; PAVAN, FERNANDO R.; LEITE, CLARICE Q. F. Synthesis and in vitro anti Mycobacterium tuberculosis activity of a series of phthalimide derivatives. Bioorganic & Medicinal Chemistry, v. 17, n. 11, p. 3795-3799, JUN 1 2009. Citações Web of Science: 52.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.