Busca avançada
Ano de início
Entree

Votorantim, uma cascata de lembranças. os arquivos locais na construção da memória coletiva (1917-2007)

Processo: 08/50630-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2008
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Ciência da Informação - Arquivologia
Pesquisador responsável:Célia Reis Camargo
Beneficiário:Derlei Alberto dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Memória coletiva   Biografias   Arquivos pessoais

Resumo

Este projeto tem como proposta de pesquisa o levantamento, a identificação e a análise da tipologia da documentação arquivística reunida na cidade de Votorantim - SP, de natureza pública e privada, relativa aos proprietários do Grupo Votorantim: Comendador Pereira Inácio (pai), José Ermírio de Moraes (filho) e Antonio Ermírio de Moraes (neto), que se 3 sucederam no comando do Grupo desde a criação da empresa, em 1917. Por meio da identificação dos tipos documentais e de seus conteúdos predominantes, guardados por pessoas físicas e jurídicas, o objetivo é encontrar neles indicadores da construção de uma mitobiografia em torno dos proprietários do Grupo. A hipótese de trabalho é que, no âmbito local, teria havido a produção de uma memória, materializada em trabalhos publicados sobre a família Moraes e, principalmente, nos arquivos locais. Esses arquivos, institucionais ou pessoais, desempenharam as funções de comprovar e de perpetuar versões biográficas (de concepção exemplar) que impregnaram o imaginário local. Tais representações sociais da tríade dos Moraes denotam a criação de estreitas relações entre a história do Grupo Votorantim (de projeção nacional), a história local e as histórias de vida de seus moradores, especialmente - daqueles que trabalharam ou ainda trabalham nas empresas do grupo. Por isso o projeto possui um caráter interdisciplinar, situando-se entre a história e a arquivologia. Trata-se de um trabalho preparatório para futura pesquisa de pós-graduação, quando se pretende estudar a construção dessas narrativas míticas. Neste momento, no entanto, para viabilizá-la, é preciso descobrir e analisar os registros documentais que estão sendo considerados como indicadores dessa realidade histórica, constituindo-se como elementos fundamentais de sua construção. A descrição dos acervos documentais selecionados para a pesquisa obedecerá à Norma Brasileira de Descrição Arquivística - NOBRADE. (AU)