Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão gênica do mRNA de SGLT1 em glândulas salivares de ratos diabéticos

Processo: 02/13278-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2003
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2004
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Ubiratan Fabres Machado
Beneficiário:Mary Emy Onishi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:02/07384-4 - Regulação da expressão gênica dos transportadores de glicose no diabetes mellitus: papel na fisiopatologia e potencialidades preventivas e terapêuticas, AP.TEM
Assunto(s):Diabetes mellitus

Resumo

O processo de síntese e secreção da saliva envolve, respectivamente, a atividade da célula secretora (acinar ou tubular) e o transporte da secreção através dos duetos intercalares até o dueto excretor terminal que desemboca na cavidade oral. A síntese e secreção da saliva envolve fluxos de glicose que dependem do co-transportador sódio-glicose SGLT1 presente tanto na célula secretora, como nas células dos duetos intercalares (onde ocorre reabsorção parcial do conteúdo de glicose da secreção). No diabetes mellitus (DM) ocorrem alterações na-função salivar, as quais contribuem na etiopatogenia das doenças orais que acometem os pacientes diabéticos. Sabendo-se que no DM ocorrem alterações na expressão do mRNA do SGLT1 tanto em epitélio intestinal como renal, é provável que a expressão desse gene também esteja alterada no epitélio da glândula salivar. Assim, no presente projeto, objetiva-se investigar a abundância do mRNA do SGLT1 em duas glândulas salivares maiores (submandibular e parótida) de ratos diabéticos. O DM será obtido por injeção de aloxana em ratos de 300g de peso corpóreo. Após 4 semanas de DM, as glândulas serão excisadas, e processadas para análise do mRNA do SGLT1 pela técnica de Northern blotting, utilizando-se sonda específica para SGLT1 de rato. Os resultados serão comparados com os obtidos em glândulas de animais normais. (AU)