Busca avançada
Ano de início
Entree

Oxidação sonoeletroquímica do bisfenol a

Processo: 09/05479-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2009
Vigência (Término): 30 de setembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Artur de Jesus Motheo
Beneficiário:Carla Regina Costa
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Diamante dopado com boro   Desreguladores endócrinos   Química ambiental   Platina   Bisfenol A

Resumo

Nos últimos anos compostos desreguladores endócrinos têm despertado a atenção da comunidade científica porque eles são suspeitos de provocarem efeitos adversos à saúde humana e animal. Bisfenol A (BPA) é um composto bastante utilizado nos processos de produção de resinas de policarbonato. Ele apresenta atividade estrogênica com dose mínima efetiva situada entre 2,29 e 4,58 ¼g/L. Estima-se que a concentração de BPA nos efluentes das indústrias que produzem policarbonato seja aproximadamente 100 mg/L. Assim, a presença de BPA no ambiente é preocupante e aponta que é necessário estudar métodos que promovam a sua completa destruição ou pelo menos que o converta em formas menos tóxicas.A sonoeletroquímica tem sido mencionada como uma técnica promissora para a oxidação de contaminantes orgânicos, mas que ainda não tem sido muito utilizada para esta finalidade. No processo sonoeletroquímico, bolhas de cavitação são produzidas a partir da propagação de ultra-som no eletrólito. Essas bolhas podem oxidar diretamente as substâncias orgânicas por meio de reações termolíticas que ocorrem dentro delas ou podem resultar na formação de radicais hidroxilas por meio da sonólise da água. Além disso, essas bolhas são capazes de melhorar a eficiência dos processos eletroquímicos desde que elas intensificam o fenômeno de transporte de massa na interface eletrodo-solução e contribuem para a limpeza da superfície do eletrodo.Este projeto tem como objetivo estudar os efeitos do material eletródico, do eletrólito suporte e, da frequência e potência da radiação ultra-sônica sobre a oxidação sonoeletroquímica do BPA. Pretende-se comparar a eficiência desse processo com a dos processos eletroquímico e sonoquímico aplicados separadamente, quanto à degradação do BPA, diminuição da toxicidade e consumo de energia.