Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do Ácido Valproico sobre a neuroquímica cerebral em pacientes portadores de transtorno bipolar

Processo: 05/59874-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2006
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Beny Lafer
Beneficiário:Paula Sobreira Taberner
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Colina   Transtorno bipolar   Espectroscopia

Resumo

O Transtorno Afetivo Bipolar (TAB) é um distúrbio no qual as alterações emocionais são dominadas pela oscilação do afeto. Uma das características mais importantes é a mudança no estado mental entre a euforia anormal (mania) e a depressão. O TAB tipo I tem prevalência de aproximadamente 1% na população geral e torna-se um distúrbio psiquiátrico crônico que demanda custos e cuidados especiais para o resto da vida. A região anterior do cíngulo tem sido implicada na fisiopatologia do TAB em estudos com neuroimagem funcional e estrutural. Pesquisas recentes sugerem que o uso do Lítio como estabilizador de humorpode exercer um efeito neuroprotetor. Para testar a hipótese de que o uso do ácido valpróico como estabilizador de humor aumenta a viabilidade neuronal no cérebro humano in vivo, faremos um estudo longitudinal em 10 pacientes com TAB tipo I utilizando o exame de espectroscopia de prótons por ressonância magnética, avaliando quantitativamente os níveis de N-acetilaspartato (NAA) e mio-inositol na região do cíngulo anterior antes e depois do tratamento por quatro semanas com ácido valpróico. Nossas principais hipóteses são: 1- O uso do ácido valpróico por quatro semanas em pacientes com TAB aumenta a razão de NAA/Cr e diminui a razão Ino/Cr no giro do cíngulo anterior, medido através da técnica de 1HMRS. 2- A melhor clínica do quadro maníaco ou misto nos pacientes bipolares está diretamente relacionada com o aumento dos níveis de NAA/Cr no giro do cíngulo anterior. (AU)