Busca avançada
Ano de início
Entree

Terapia fotodinâmica para o tratamento da candidose bucal em ratos

Processo: 06/58876-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2006
Vigência (Término): 31 de outubro de 2007
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Antonio Olavo Cardoso Jorge
Beneficiário:Raquel Lourdes Faria
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Azul de metileno   Laser de baixa intensidade   Ratos   Candidose   Terapia a laser de baixa intensidade   Terapia fotodinâmica

Resumo

O objetivo deste projeto de pesquisa será avaliar os efeitos da terapia fotodinâmica na candidose bucal em ratos. Serão utilizados 72 animais negativos para o gênero Candida na cavidade bucal. A candidose experimental será induzida pela administração de tetraciclina na água de beber e inoculação de suspensão de C. albicans na cavidade bucal dos animais durante 3 dias consecutivos. Sete dias após a última inoculação será realizada a terapia fotodinâmica (PDT) no dorso da língua dos animais, utilizando-se solução de azul de metileno (fotossensibilizador) e laser de Arseneto de Gálio Alumínio. Os animais serão distribuídos em 4 grupos: tratados apenas com fotossensibilizador, tratados apenas com laser, tratados com ambos fotossensibilizador e laser, e um quarto grupo que não receberá fotossensibilizador nem laser. Serão feitas coletas de amostras bucais antes e após a terapia fotodinârpica. Essas amostras serão semeadas em ágar Sabouraud dextrose com cloranfenicol e incubadas a 37ºC por 48 horas para a contagem de unidades formadoras de colônias (ufc/mL). Os animais serão sacrificados imediatamente, 1 ou 5 dias após a terapia fotodinâmica para análise macroscópica e microscópica do dorso da língua. A quantificação de hifas presentes no epitélio será feita através da atribuição de escores aos campos histológicos: 0 (ausência de hifas), 1 (de 1 a 5 hifas), 2 (de 6 a 15 hifas), 3 (de 16 a 50 hifas) e 4 (mais de 50 hifas), e os resultados serão submetidos à análise estatística com nível de significância de 5%. (AU)