Busca avançada
Ano de início
Entree

Biossíntese da pilocarpina em jaborandi

Processo: 02/08657-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2003
Vigência (Término): 30 de setembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fisiologia Vegetal
Pesquisador responsável:Paulo Mazzafera
Beneficiário:Ilka Nacif de Abreu
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Auxílio(s) vinculado(s):03/11209-6 - Biossíntese da pilocarpina em jaborandi, AP.PRIM
Assunto(s):Cultura de células

Resumo

Devido a sua importância global, a bacia Amazônica é foco de inúmeras pesquisas científicas, dentre as quais se destacam os estudos sobre o ciclo biogeoquímico do carbono nos ambientes aquáticos. No canal principal do rio Amazonas, tais pesquisas demonstraram que o metabolismo é predominantemente heterotrófico e, muito recentemente, que os fluxos de carbono para a atmosfera, resultantes deste metabolismo, podem atingir valores superiores àqueles observados na carga do canal principal para os oceanos. No entanto, apesar de um grande número de informações disponíveis sobre a quantidade e a qualidade do carbono, e as taxas de transformação que ocorrem durante o transporte, ainda não se sabe quais são as fontes de carbono que mantém este metabolismo. Com este projeto pretendemos testar a hipótese de que ácidos carboxílicos de baixo peso molecular constituem a principal fonte de carbono para o metabolismo heterotrófico observado nos rios Amazônicos. Alguns destes compostos são, em geral, tão lábeis, que a própria determinação da sua presença toma-se analiticamente complicada o que é, em parte, uma das razões pelas quais esta hipótese ainda não tenha sido testada. Sendo assim, inicialmente, tem-se como objetivo, a adequação metodológica que permita identificar e quantificar estes compostos e sua distribuição relativa em águas superficiais da Amazônia. (AU)