Busca avançada
Ano de início
Entree

Controle da biossíntese de lignina em cana-de-açúcar: família gênica de proteínas dirigente

Processo: 10/08232-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Paulo Mazzafera
Beneficiário:Paula Macedo Nobile
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58035-6 - Control of lignin biosynthesis in sugar cane: many gaps still to be filled, AP.BIOEN.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):12/08540-1 - Análise funcional da proteína dirigente DP1 em cana-de-açúcar, BE.EP.PD
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Bioetanol   Fisiologia vegetal

Resumo

A indústria brasileira de cana-de-açúcar apresenta um papel de destaque na produção mundial do combustível líquido e seu sucesso no uso como recurso sustentável e renovável. Entretanto a massa celulósica do bagaço de cana ainda não está sendo explorado na produção do etanol, principalmente devido a limitação econômica pelas tecnologias disponíveis para retirar o conteúdo de lignina que inibe a ação de enzimas hidrolíticas. Uma maneira de superar estas dificuldades tecnológicas é a introdução de cultivares com menores teores ou composição alterado de lignina que facilitam a ação das enzimas hidrolíticas. Uma possibilidade promissora é a modificação de genes que participam no processo da polimerização da lignina. As famílias gênicas de proteínas dirigente são relacionadas ao acoplamento estero-seletivo de monolignol para formar polímeros de lignana/lignina. Estas proteínas desempenham papel chave no processo de polimerização de monolignóis, no entanto, são muito pouco conhecidas e exploradas até o momento. Em cana foram encontrados altos níveis de transcrição de uma família de dirigente em colmo. As proteínas dirigente apresentam famílias gênicas bastante numéricas e diversificadas em espécies de plantas, entretanto é conhecido apenas uma destas famílias em cana. O objetivo do presente projeto é relacionar o perfil transcricional de famílias gênicas de proteínas DIR com os níveis de lignificação de tecidos de cana que compõem o bagaço, visando, desta forma, encontrar os membros das famílias de proteínas DIR que possam ser utilizados no melhoramento da cana por meio da alteração do conteudo/teor de lignina, e por sua vez, permitindo o melhor aproveitamento da digestão da massa celulósica do bagaço da cana. Para este estudo, serão usadas plantas cultivadas com pouca disponibilidade hídrica e plantas com deficiência de N, tratamentos que a literatura tem mostrado afetar o conteúdo de lignina. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NOBILE, PAULA MACEDO; BOTTCHER, ALEXANDRA; MAYER, JULIANA L. S.; BRITO, MICHAEL S.; DOS ANJOS, IVAN A.; DE ANDRADE LANDELL, MARCOS GUIMARAES; VICENTINI, RENATO; CRESTE, SILVANA; RIANO-PACHON, DIEGO MAURICIO; MAZZAFERA, PAULO. Identification, classification and transcriptional profiles of dirigent domain-containing proteins in sugarcane. Molecular Genetics and Genomics, v. 292, n. 6, p. 1323-1340, DEC 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.