Busca avançada
Ano de início
Entree

Criação de um software para a quantificação de ferro em tecido biológico usando imagens por ressonância magnética

Processo: 03/11764-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2004
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2006
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica
Pesquisador responsável:Antonio Adilton Oliveira Carneiro
Beneficiário:André Luis Baggio
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hemocromatose   Relaxometria   Talassemia   Ressonância magnética

Resumo

Neste projeto será desenvolvido um software em ambiente de programação C++ para avaliar o tempo de relaxação transversal (T2) em imagens de Ressonância Magnética Nuclear (IRMN) do tecido biológico. Uma das principais aplicações dessa análise é na quantificação do excesso de ferro (Fe3+) depositado nos tecidos, principalmente no fígado, no baço e no coração. O método padrão empregado na quantificação de ferro é a biópsia por agulha, sendo esta, uma técnica invasiva e de risco, que não pode ser usada freqüentemente. Inicialmente, o software será desenvolvido para análise dastimagens de IRMN da região hepática, adquiridas usando seqüências de Spin-Eco (SE) conforme protocolo/sendo desenvolvido por Antonio Adilton O Carneiro com o apoio da Fapesp. Posteriormente, este software será estendido para análises de tecidos de outras regiões como: cérebro, mama, coração, etc, conforme é de interesse do centro de Imagens do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Esta ferramenta, ainda inédita no país, tem potencial aplicação no diagnóstico clínico e em pesquisa, conforme está sendo usado em vários centros de diagnósticos por IRMN no mundo. No caso da avaliação do ferro, os pacientes alvos são aqueles politransfundidos e portadores de hemocromatose. (AU)