Busca avançada
Ano de início
Entree

O documentário performativo na América Latina da década de 90

Processo: 03/06980-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2003
Vigência (Término): 31 de maio de 2007
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Artes do Vídeo
Pesquisador responsável:Ismail Norberto Xavier
Beneficiário:Andrea Célia Molfetta de Rolon
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Documentário   Hermenêutica   Sujeito

Resumo

No modo performativo da representação documentária o realizador faz aquilo ao que se refere, superando a descrição e a referência. A performance faz que o documentário seja o resultado da negociação entre o realizador e sua realidade. Durante a década de 90, a poética do documentário performativo transformou o modo de representar nossa historia politica e cultural, tal como se evidencia no discurso fílmico e nos depoimentos dos seus mais destacados autores: Cifuentes e Aravena no Chile, Di Telia e Caldini na Argentina, Kogut e Goifman no Brasil, A poética performativa tira do foco a subjetividade autoral para representar o trabalho fílmico da sua inter-subjetividade, as conseqüências da sua ação com e através da câmera, seu doar-se ao mundo, o cuidado com aquele outro que surge no pro-fílmico. Este projeto quer compreender esta modalidade representacional, especialmente no concernente às noções de sujeito e consciência histórica colocadas em prática, O objetivo é analisar o funcionamento poético destes documentários (o cronotopo e enunciação) para, logo, numa linha de pesquisa da filosofia da história, abordar o alcance estético destas experiências. Proponho recortar e ensaiar os principais conceitos da teoria de Gadamer para ensaiar a contribuição que esta teoria traz para a compreensão da performatividade no documentário, hoje hegemônica dentro da produção com ... (AU)